Parada de manutenção pode provocar chamas altas nas tochas da Repar na noite desta sexta-feira (30)

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A parada de manutenção que está em andamento na Refinaria Presidente Getúlio Vargas – Repar, poderá ocasionar chamas altas nas tochas na noite desta sexta-feira (30/09). Uma das unidades de processo será parada para manutenção programada. A população deve ficar atenta, porém não há motivo para preocupação, caso presencie as chamas, que podem vir acompanhadas de estrondo ou mesmo clarão.
A Petrobras garantiu que está seguindo todos os procedimentos de segurança durante o processo e esclareceu que a tocha é um equipamento de segurança, projetado para permitir a parada e partida segura das unidades de processo, visando garantir a segurança da população, meio ambiente e instalações.


Sirene vai soar


A Petrobras também informou que na próxima segunda-feira (03/10), às 8h30, fará um exercício simulado de emergência na Repar. A simulação terá início assim que soar o alarme geral da refinaria, no intuito de fazer com que as frentes de trabalho abandonem somente a área onde estão atuando, dentro da parada programada. De acordo com a empresa, os simulados fazem parte do cronograma anual, cujo objetivo é testar procedimentos, reforçar o treinamento dos profissionais envolvidos em respostas a emergências, além de identificar pontos que precisam ser aprimorados. A Petrobras esclareceu ainda, que o exercício envolverá apenas os trabalhadores, sem a necessidade de envolvimento da comunidade.
A estatal disponibiliza um canal de comunicação para dúvidas e reclamações da população: 0800 728 9001.

Parada de manutenção pode provocar chamas altas nas tochas da Repar na noite desta sexta-feira (30)
Foto – Marco Charneski

Texto: Maurenn Bernardo

Compartilhar
PUBLICIDADE