Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Conversar pelo aplicativo WhatsApp, caçar Pokemons, caminhar ouvindo música são algumas situações que distraem e tiram o foco de qualquer pessoa. Talvez estes sejam alguns dos motivos pelo qual o número de roubos em Araucária cresceu 14% em relação ao ano passado, entre os meses de janeiro a agosto.

Os crimes geralmente duram segundos e o item preferido dos assaltantes são os aparelhos celulares. Muitos são os boletins de ocorrência que relatam que os bandidos aproximam-se das vítimas montados em motocicletas, muitas vezes armados, e anunciam o assalto.

De acordo com o capitão da 2ª Cia da Polícia Militar de Arau­cária, Nelson Stoccheiro, os assaltantes têm buscado, na grande maioria das ocorrências, apare­lhos eletrônicos, como celulares, principalmente os Iphones, pelo alto valor de mercado. O capitão comentou sobre algumas formas de evitar tais assaltos. “As pessoas precisam estar atentas a todo o momento, descer do ônibus olhando para os lados, evitar andar em ruas escuras e a pé no período da noite, não mostrar fones de ouvido… Até mesmo os alunos, quando saem das escolas, se puderem andar em grupos é sempre melhor. Isso acaba inibindo a ação dos bandidos”, afirmou.

Dentre os cuidados necessários que devem ser tomados para tentar impedir os roubos, o capitão Stoccheiro ainda observou que, se possível, vale manter a carteira com dinheiro e documentos dentro de bolso, pois caso o assaltante roube bolsas, levará apenas pertences de menor importância. “Hoje em dia muitas roupas são feitas com os chamados bolsos falsos, localizados na parte interna da vestimenta”, concluiu.

Texto: Rafaela Carvalho

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM