PM e GM orientam ciclistas a pedalarem em grupos na área rural
PM tem feito policiamento na área rural, mas não consegue garantir a segurança 24h. Foto: divulgação

O recente episódio de uma ciclista da Fazenda Rio Grande, que sofreu uma tentativa de tentativa de estupro enquanto pedalava na área rural do Tietê, em Araucária, trouxe à tona um problema que há tempos vem afligindo esses esportistas: a falta de segurança. No caso em questão, a moça contou que viveu momentos de terror após ter sido abordada por um motociclista, enquanto voltava para casa. Contou que o suspeito jogou a moto em cima dela, derrubando-a da bicicleta e anunciou o estupro. Ela só conseguiu escapar porque algumas pessoas ouviram seus gritos e pararam para ajudá-la.

Moradores da região do Capinzal também relataram situações envolvendo ameaças e roubos contra ciclistas. “Teve uma amiga aqui perto de casa que foi assaltada por um cara quando ela saiu para comprar pão. Era um motoqueiro também. Lembro de pelo menos mais duas moradoras aqui da região que foram assaltadas. Em um dos casos o assaltante estava armado com uma faca e aterrorizou a ciclista, em outro, o bandido machucou a orelha da moça”, relatou a moradora, que não quis ser identificada.

Segurança

A Polícia Militar comentou que possui equipe destinada a atuar exclusivamente na área rural do município de Araucária. Contudo, devido a extensão da área rural, fica impossível cobrir toda a região 24h. Com relação à segurança de ciclistas nessas regiões, a PM pede apoio dos próprios ciclistas, de moradores das áreas rurais e de pessoas, que por ventura estejam passando em regiões mais afastadas, no sentido de informar por meio do número 190, qualquer movimentação de pessoas e veículos estranhos na região.

Além disso, orienta os ciclistas e evitarem fazer rotas afastadas quando estiverem sozinhos, e buscar sempre andar em grupos. Não devem passar por vias com baixa luminosidade ou com muita vegetação perto da pista, isso favorece a atuação do criminoso. Outra dica, para auxiliar na identificação de sua bicicleta – caso seja roubada/furtada, é fazer marcações no quadro, de forma a desgastar o local e possibilitar seu reconhecimento, mesmo que pintada. Após fazer essa marcação, o ciclista deverá registrar uma fotografia e arquivar a imagem para comprovar que a bicicleta é realmente sua.

A Guarda Municipal de Araucária comentou que existem centenas de ciclistas em Araucária, e muitos preferem pedalar em áreas rurais, por isso, reforça a importância de não andarem sozinhos. Lembrou que alguns ciclistas fazem investimentos altos em suas bikes, e às vezes isso atrai os bandidos. A GM conta com duas viaturas exclusivas para patrulhamento na área rural e disponibiliza os telefones 153 e 3642-1226, para situações de emergência.

Publicado na edição 1246 – 28/01/2021

Compartilhe esta notícia: