Compartilhe esta notícia

R$ 1.000.758,81. É exatamente o quanto a Prefeitura repassará mensalmente à Coordenação da Região Metropolitana (Comec) para que os passageiros de Araucária possam continuar tendo direito a integração dos ônibus do sistema TRIAR (Transporte Integrado de Araucária) com os da RIT (Rede Integrada de Transporte), podendo acessar os terminais de Curitiba (mantidos por meio de uma parceria entre URBS e Comec) sem a necessidade do pagamento de mais uma tarifa.

O Termo de Cooperação Técnica e Financeira que possibilita a manutenção da integração no período entre janeiro e dezembro de 2021 foi assinado nos últimos dias pelo prefeito Hissam Hussein Dehaini (Cidadania) e pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano, João Carlos Ortega.

O acordo garante que as linhas Portão, Araucária-Angélica, Ligeirinho, Avenida e Pinheirinho continuem sendo integradas e dentro do degrau tarifário estipulado pela Comec para esses itinerários. Todo o gerenciamento, definição de horários e rotas permanece sendo de responsabilidade do órgão estadual, já que essas linhas são metropolitanas.

Esse R$ 1 milhão por mês que a Prefeitura repassará à Comec, totalizando ao final de doze meses R$ 12 milhões, é necessário porque a integração nos moldes atuais não é sustentável. Ou seja, somente com o valor que os usuários pagam de passagem não é possível manter as linhas em operação. Para resolver esse déficit seria necessário ou aumentar o valor da passagem, ou diminuir linhas, ou acabar com a integração ou ainda o poder público subsidiar a diferença entre o que se arrecada com a tarifa e o que custa o sistema. É justamente esta última opção a adotada pela Prefeitura de Araucária. “Como já tenho mostrado, em nosso governo o transporte coletivo é prioridade, pois entendemos que ele precisa beneficiar e ser acessível a toda a população. Por isso, optamos em subsidiar essa diferença com recursos públicos, o que na prática é o dinheiro do próprio contribuinte voltando para ele em forma de serviços”, destacou Hissam.

Prefeitura repassará R$ 12 milhões à Comec para garantir integração do transporte coletivo com Curitiba em 2021 - notícias da Capa Política  - O Popular do Paraná
Recursos aportados pelo Município garantem integração com Curitiba em 2021

Texto: Waldiclei Barboza/ Foto: Marco Charneski/ Arquivo O Popular

Compartilhe esta notícia