Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Foto: Marco Charneski

Depois de 22 anos alegrando as famílias araucarienses com sua magia, pela primeira vez na história, o presépio gigante do Natal Solidário do Costeira não será realizado. A pandemia da Covid 19 minou as expectativas dos organizadores, que preferiram não fazer a montagem para evitar aglomerações, isso porque um dos focos do presépio, além da arrecadação de brinquedos e alimentos, era atrair os visitantes, batendo recorde de público a cada edição. Marcelo Murin, idealizador e grande entusiasta deste projeto social, comentou que o ano de 2020 foi difícil, com muitas provações e incertezas, um ano onde as pessoas tiveram que reaprender muitas coisas e valorizar as coisas mais simples, como um abraço. “Tudo na vida tem um propósito e cabe a cada um de nós aprendermos e evoluirmos. E diante dessas dificuldades e novas regras de convívio ocasionadas pela pandemia global, o presépio não estará aberto à visitação neste ano, assim como a tradicional missa campal de abertura, também não será celebrada”, lamentou.

Segundo ele, o momento é de cautela, de preservar o bem maior que é a vida das pessoas. “Foram 22 anos em que o projeto se destacou na evangelização e na solidariedade, beneficiando milhares de famílias carentes. Mas estamos esperançosos que logo tudo volte ao seu normal e que no próximo ano possamos estar novamente contemplando o nascimento de Jesus através das visitações ao presépio”, acrescentou.

Campanha

Apesar de o presépio não ser montado, a campanha de arrecadação de alimentos e brinquedos está sendo realizada, pois as necessidades das famílias atendidas pelos vicentinos aumentaram ainda mais com a pandemia. As doações poderão ser entregues na Paróquia Senhor Bom Jesus, que fica na rua Bernardino Lemos, 20, bairro Costeira, ou na sede do presépio, que também fica na rua Bernardino Lemos, 272, ou ainda na Panificadora” Di Família”.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1241 – 03/12/2020

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM