Serraram as grades e deram no pé | O Popular do Paraná

Serraram as grades e deram no pé
Anderson dos Santos foi preso com 170 gramas de crack, no jardim Iguaçu

Por volta das 19h50 de quinta-feira, 25 de setembro, dois presos que estavam detidos na carceragem anexa à Delegacia de Araucária, conseguiram serrar as grades e fugiram por uma janela minúscula, que fica na lateral da cela. Os fugitivos são Anderson dos Santos Sobral, 27 anos, morador da região do jardim Fonte Nova, e Bruno Henrique Oliveira, 21 anos, que mora nas redondezas do Caximba/Curitiba.
Serraram as grades e deram no pé
Bruno Henrique participou do assalto à uma farmácia no jardim Tupy

Os policiais de plantão perceberam a fuga a tempo de evitar que outros presos conseguissem escapar. A Polícia Militar foi acionada e fez buscas pelas redondezas, mas os fujões não foram localizados.

Informações sobre o paradeiro dos dois poderão ser repassadas para a polícia através dos telefones (41) 3641-6000 ou pelo whattsapp (41) 8783-6355.

Os crimes dos fujões
Anderson dos Santos Sobral, 27 anos, foi preso no último dia 21 de setembro na rua Barigui, jardim Iguaçu, e autuado por tráfico de drogas. Na abordagem, os policiais militares localizaram com ele cerca de 170 gramas de crack, uma parte embalada de forma individual e outra em saquinhos maiores, que provavelmente seriam divididas e resultariam em, mais ou menos, 700 pedras. Com ele também foram localizados pouco mais de R$ 100,00 em dinheiro e um aparelho celular. Anderson já tinha passagem pelo mesmo crime, tinha sido preso e estava em liberdade provisória.

Bruno Henrique Oliveira, 21 anos, foi preso no último dia 3 de setembro no jardim Tupy, bairro Campina da Barra. Ele e mais dois sujeitos, um menor, armados com um revólver calibre 32, assaltaram uma farmácia e usaram de violência para render as vítimas. Quando detido, ele tentou passar um nome falso, mas logo foi descoberto pela polícia. Bruno estava evadido da Colônia Penal.

Texto: Maurenn Bernardo / Fotos: Marco Charneski

Compartilhe esta notícia:
One thought on “Serraram as grades e deram no pé”
  1. Oi. Gosto muito de ler o jornal O Popular. Quero parabenizar a todos vcs que trabalham ai.

Comments are closed.