Os socorristas do Samu já estão acostumados com a correria para salvar vidas. São muitos atendimentos todos os dias, mas alguns acabam se tornando especiais. Foi isso que aconteceu com o socorrista Rogério Aparecido de Oliveira. Na tarde de sábado, 24 de julho, ele estava fazendo a manutenção da viatura quando foi surpreendido por um casal com um bebezinho desfalecido no colo.

“Eu estava na rua Manoel Ribas, esquina com a rua Santa Catarina, quando eles chegaram apavorados e pediram ajuda para desengasgar a criança. Imediatamente peguei o bebê em meus braços e suspeitando de uma obstrução de vias aéreas, o que é comum para uma criança nessa idade, comecei a fazer as manobras de desobstrução. Foi tudo muito rápido, até que percebi que a criança estava retomando seu estado normal, ficou corada e chorou. Eu a entreguei para os pais e os orientei a levá-lo ao Pronto Atendimento Infantil para uma avaliação mais minuciosa. Na hora nem sei o que senti, segui o instinto e só queria ajudar. Depois confesso que fiquei nervoso, eu estava sozinho naquela intercorrência, não deu tempo de acionar ajuda. Graças a Deus deu tudo certo. Também agradeço o reconhecimento dos meus companheiros do Samu”, declarou Rogério.

Mais um bebê salvo

Na manhã de sábado, uma equipe do Trânsito já havia socorrido outro bebê engasgado. A equipe estava na sede quando ouviu o chamado de uma moça em situação de desespero, solicitando ajuda porque seu bebezinho com alguns meses de vida estava engasgado e com dificuldades para respirar.

De imediato os agentes entraram em ação, tomaram a criança nos braços e iniciaram os procedimentos conhecidos como Manobra de Heimlich, técnica de primeiros socorros para casos de emergência por asfixia. Após a manobra, a equipe conduziu a criança e a mãe até o Pronto Atendimento Infantil.

Socorrista do Samu ajuda a salvar vida de bebezinho engasgado, O Popular do Paraná
Foto – divulgação

Texto: Maurenn Bernardo

VEJA TAMBÉM

Compartilhe