Turma do PDT acha que está sendo esnobada por Zezé

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A aliança Zezé e Clodoaldo não passa por bons momentos. Como se já não bastasse os problemas judiciais enfrentados pelo ex-prefeito Albanor José Ferreira Gomes (PSDB), que aguarda o fatídico julgamento de impugnação de sua candidatura. Agora, o PDT, que indicou o Clodoaldo Pinto Jr. para ser o vice na chapa de Zezé, estaria reclamando de estar recebendo tratamento desigual por parte da cúpula do PSDB, que dita os rumos da campanha tucana. A situação é tão delicada, que houve até uma reunião na noite de ontem, dia 28, para debater o assunto.
Entre as queixas do grupo de Clodoaldo estaria o fato de que o nome do vice não estaria tendo a devida valorização dentro do grupo. Tratamento semelhante seria dispensado aos candidatos a vereador do partido do velho Brizola. Outro ponto questionado pelo pessoal de Clodoaldo é a falta de rumo que a campanha vem tendo. Para eles já passou da hora de Zezé pedir pra sair e lançar Clodoaldo para prefeito.
Confirmou
Depois de muitas tentativas, nossa reportagem conseguiu falar com Clodoaldo no final da noite de ontem. Ele disse que houve mesmo uma reunião com o pessoal do PDT nesta segunda-feira e disse que foram discutidos os assuntos citados acima.
O engenheiro foi enfático ao afirmar que não há qualquer possibilidade de rompimento. No entanto, adiantou que terá uma reunião hoje, dia 29, com Zezé para discutir as queixas levantadas por seu pessoal. Também na conversa deve ser debatida a indicação de troca do nome do ex-prefeito pelo de Clodoaldo na cabeça de chapa. “É preciso que a gente discuta o assunto. Não se trata de vaidade pessoal e sim de senso de grupo”, explicou.
Vereador
Uma corrente de aliados de Clodoaldo já fala que, caso não seja o içado a condição de candidato a prefeito da coligação “Araucária para todos”, ele não ficará como vice e poderá até disputar uma vaga de vereador nestas eleições.
É, ao eleitorado, não resta outra alternativa a não ser esperar.