A novela sobre a construção da quadra poliesportiva coberta do Colégio Estadual Júlio Szymanski finalmente está chegando ao fim. Iniciada em 1.997, a obra parou por diversas vezes porque o dinheiro liberado pela Secretaria de Estado da Educação (SEED) não seria o suficiente para conclusão da quadra.

Para poder concluir a obra, o atual diretor da instituição, Jurandir Salustiano Pinto, conseguiu no ano passado que o projeto original fosse alterado. “Inicialmente o projeto contemplava, além da quadra coberta, a construção de arquibancadas, banheiros, vestiários e iluminação”, explicou.

Agora, a construção dos banheiros e vestiários foi deixada de lado. “Nossos alunos estavam sofrendo porque não tinham um espaço adequado para a prática de educação física. Pelo menos agora a quadra, as arquibancadas e a iluminação serão terminadas”, enfatizou.

Agora, a luta de Jurandir é conseguir que o terreno em que está situada a quadra seja murado. “Estamos tentando obter recursos para isso. Assim daremos mais segurança para os nossos estudantes”, finalizou.

VEJA TAMBÉM

Caminho certo

É fato que a língua do povo sempre foi afiada e impiedosa. Os juízes da vida dos outros de plantão se adiantam em ser investigadores,

Compartilhe