Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

O Hissan é muito intuitivo e comanda o fabuloso orçamento de Araucária com exímio controle sem desperdiçar dinheiro em fantasias e delírios políticos frequentes neste meio, direcionando seus recursos no embelezamento estético de Araucária como se fosse extensão de seus próprios imóveis. Quem ganha é o investidor no município, que vê seu dinheiro bem aplicado. Sucesso absoluto na Iluminação a LED e nas Estradas Rurais agora chegou a vez dos parques e praças.

Quem o conhece sabe que o “turco” segue um alto padrão de qualidade demonstrado pelas suas propriedades, tais como hotéis, postos de gasolina ou casas, aonde o capricho e o zelo realçam os valores arquitetônicos. Sempre focado na aplicação de cada centavo do contribuinte no retorno para a coletividade tendo como meta a melhoria estética da cidade, traçou como objetivo para 2022, o ano dos parques e praças em nossa cidade, senão vejamos:- Novo e remodelado Parque CSU no Fazenda Velha, Nova Praça Alberto Markowicz no Thomaz Coelho, Praça linear da Avenida Independência, localizada entre a avenida e a Rua Adilha Saad no Boqueirão, Requalificação da Unidade de Saúde Nossa Senhora De Fátima na Vila Angélica, aonde haverá uma bela área de lazer e convivência servindo como praça ao cidadão.

Se isto tudo não bastasse ainda teremos a Implantação de Praça de Alimentação e Emborrachamento da pista no já movimentado Parque Cachoeira.

Cidade inteligente se faz com gente inteligente.

Texto: Edilson Bueno

Publicado na edição 1294 – 13/01/2022

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Reminiscências políticas

O ex-vereador Paulo Sabag no longínquo ano de 1999, usando a tribuna empolgou os aliados

Presente de Natal

É Natal, tempo de luz, tempo de alegria, tempo de presentes para todos, pois no

Araucária das flores

Araucária é nacionalmente reconhecida pelo polo industrial instalado em sua área metropolitana, desde 1973, com

Guerras Híbridas

Desde o inicio dos tempos invejar coisas alheias atiça a cobiça e se o desejo