Prefeito deu a notícia na noite de ontem, dia 26, durante a primeira sessão plenária ordinária da Câmara de Vereadores em 2007

Os vereadores de Araucária voltaram à ativa oficialmente na noite de ontem, dia 26, com a realização da primeira sessão plenária do ano. O principal atrativo da noite desta segunda-feira na Câmara de Vereadores foi o pronunciamento do prefeito Olizandro José Ferreira (PSDB). Falando para um plenário praticamente lotado, o chefe do Poder Executivo fez um balanço destes dois primeiros anos de governo e destacou qual o rumo que sua gestão vai tomar daqui para frente. “O que tínhamos pra fazer de grandes obras, nós já fizemos. Agora vamos priorizar a área social”, avisou.

Neste pacote de investimentos na área social, Olizandro destacou a ampliação do programa renda cidadã e a construção de mais oito casas da criança. “Vamos investir na proteção de nossas crianças. Não podemos deixá-las à margem da sociedade”, disse. Só com a renda cidadã a expectativa é atender 1000 famílias. As casas da criança devem atender outras 3000 mil crianças. Dois dos bairros que receberam o projeto serão o Jardim Arvoredo e o Jardim D’Ampezzo.

BID
O prefeito também aproveitou a oportunidade para anunciar que mandou suspender a liberação do empréstimo de U$ 20 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). “O projeto é maravilhoso e continuará sendo desenvolvido, mas a decisão sobre a liberação ou não do dinheiro caberá a quem estiver no comando da Prefeitura após as eleições de 2008”, adiantou.

Orçamento
Ainda em sua fala, o chefe do Poder Executivo local alertou sobre a dependência que município possui dos repasses do ICMS (Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços). “Apenas cerca de 8% de nossa receita é proveniente de recursos próprios, como IPTU e ISS”, ponderou.

A preocupação de Olizandro tem fundamento. Para se ter uma idéia, mais de 70% da receita de Araucária é oriunda de repasses de ICMS, que vem do Governo do Estado. Logo, toda vez que o Estado decide mudar a forma de tributação ou isentar determinado setor, município corre o risco de ter seus repasses diminuídos.

Austera
O prefeito destacou também a preocupação que, segundo ele, sua administração vem tendo com a austeridade no trato dos recursos públicos. “Como foi notícia no Brasil todo, só com despesas de custeio conseguimos economizar quase R$ 30 milhões em 2005”, lembrou, acrescentando que sua gestão continuará prezando pela boa aplicação do dinheiro público.

Time
Olizandro também reforçou que tudo o que sua administração está fazendo é fruto de um trabalho em conjunto com o Poder Legislativo, que sempre votou e aprovou os projetos de interesse da população que foram enviados pelo Poder Executivo.

Vereadores
Todos os onze vereadores do município participaram da sessão. Entre os que fizeram uso da palavra estão o presidente da Casa, Esmael Padilha (PMDB), Renaldo Rodrigues (PDT), Rui Sérgio Alves de Souza e Lucínio Grebos, ambos do PMDB.

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

A ética dos propagadores de fake news

O título desta crônica é provocativo, pois vivemos num tempo onde cada um é induzido a acreditar na sua fake news de preferência através da

Casa Bem Acabada

Iéste negócio da gente se meter a rabequista das véis dando o maior dos problema!! Sobrinha Roseli se achegando com cara cheia de felicidade contanto

Compartilhe