Você se considera uma pessoa ansiosa? Você come mal quando não se sente bem? Ou não se sente bem porque come mal?

A ingestão de grandes quantidades de alimentos, principalmente tratando-se de carboidratos e do açúcar, causam uma rápida elevação da glicose, provocando aumento do hormônio insulina, fazendo com que o triptofano entre no cérebro intensamente, causando uma boa sensação no indivíduo. Essa sensação do bem estar, apesar de durar pouco tempo, faz com que o ansioso sinta prazer em comer.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), no Brasil cerca de 9,3% da população sofre com algum tipo de ansiedade.

Entretanto, sensações como ansiedade, tristeza, raiva ou culpa não melhoram depois que comemos, ao contrário, depois de comer demais, para compensar esses sentimentos, vêm a frustração e a sensação de fracasso.

Além desses episódios que podem trazer mal estar, ter uma alimentação desequilibrada pode causar estresse e ansiedade: quando as pessoas não recebem todos os nutrientes necessários para que o cérebro funcione corretamente, pode levar a processos inflamatórios no sistema nervoso. A inflamação está por trás de muitos problemas psicológicos pois o processo pode causar morte de neurônios, facilitando o aparecimento de distúrbios. E não podemos deixar de citar os quilinhos indesejados e a gordura corporal que consequentemente ganhamos, portanto, a boa alimentação é fundamental em todos os processos no nosso corpo, aspectos físicos e mentais

Visite minha página do instagram: @nutriribas

Publicado na edição 1223 – 30/07/2020

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Errata: Edital de Proclamas

Na edição nº 1237 do Jornal O Popular, que circulou nesta quinta-feira, 5 de novembro, erramos a data da página 12. O correto é 5

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp