Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
O Madruguinha se recupera da cirurgia e quem quiser pode ajudar a custear seu tratamento. Foto: divulgação

O cãozinho Madruguinha, que foi atropelado por um caminhão e resgatado por um protetor independente no dia 10 de novembro, passou por cirurgia e está se recuperando. O autor do atropelamento fugiu, deixando o animal ferido, abandonado na marginal da Rodovia do Xisto. “Eu resgatei o cãozinho e ele estava muito magro, todo quebrado, então o batizei de Madruguinha, inspirado no personagem Seu Madruga, do Chaves”, disse o protetor José de Moraes Dias, mais conhecido como Zezinho Dias.

Segundo ele, o vira lata fez uma cirurgia na pata na última terça-feira, dia 16, e ainda se recupera, mas terá que passar por um longo tratamento, devido à gravidade do ferimento. “Somente a cirurgia custou R$ 3.500,00, isso sem contar a consulta, exames e medicações. O Madruguinha precisou ser operado por uma veterinária especialista em ortopedia e ainda terá um doloroso período de recuperação, sem contar que terá que futuramente que passar por novas cirurgias. Foi uma maldade o que fizeram com ele, mas já temos pistas do nome da empresa proprietária do caminhão que o atropelou e buscaremos as autoridades para ver o que pode ser feito”, comentou Zezinho.

O protetor independente bancou os custos da cirurgia do cãozinho sozinho, aliás, resgatar e salvar animais é um trabalho que ele vem fazendo há anos. “Estou sempre cuidando dos animais abandonados e eu amo o que faço. Minha missão é salvá-los. Infelizmente nem sempre dá pra esperar por ajuda quando aparece alguma emergência como essa do Madruguinha, então acabo arcando com as despesas. Não tenho parceria com nenhum instituto ou ONG. Compro em média 14 sacos de ração por mês, sem contar os remédios, vermífugos e demais tratamentos dos animais que resgato”, observou o protetor.

Zezinho disse que somente neste ano, de julho até agora, já resgatou mais de 60 filhotes de cães e que este foi o segundo caso de atropelamento.

Serviço

Se você quer ajudar o Zezinho a cuidar dos animais abandonados ou ainda contribuir com o tratamento do Madruguinha, é só entrar em contato pelo fone (41) 99667-0813. A chave PIX para contribuições financeiras é o celular 41996670813. Siga a página do protetor independente no Facebook “Zézinho Dias Z.P.A”

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1288 – 18/11/2021

VEJA TAMBÉM