Cidade luz à moda araucariense | O Popular do Paraná
Compartilhe esta notícia:

Paris não ficou conhecida como a Cidade Luz devido a quantidade de postes de luz elétrica para iluminação pública instalado em suas ruas e praças. A fama de Cidade Iluminada é anterior ao domínio da energia elétrica conseguida pela General Eletric do Thomaz Alva Edison em 1879. A Cidade Luz dos franceses fez fama num tempo em que a iluminação pública provinha de tochas e lampiões artesanais e a pouca Luz de então não afugentava todo tipo de trevas que amedrontavam sua população. Governar sob trevas perpetuadas desde a idade média sempre foi um modo de reinar sobre a vida das pessoas sem esclarecimento das coisas, costume arraigado nos políticos toscos e ignorantes ainda nos dias de hoje. Os descendentes dos francos, tribo de homens livres, nunca aceitaram a escravidão imposta por nenhum povo e por isso mesmo a França é sinônimo de Liberdade, Igualdade e Fraternidade, simbolizando a luta daqueles tempos em que no mundo poucos eram cidadãos livres e muitos tornavam-se escravos pela natureza das coisas e por falta de esclarecimento. A Paris dos franceses se iluminou pelas gerações de mentes brilhantes que ali encontraram ambiente propício a oportunidades de por em prática seus mais nobres conhecimentos em prol da humanidade e ali, não por acaso, a Democracia como valor humano foi restaurada na modernidade.

Aqui em Araucária, hoje iluminada, tivemos a oportunidade de presenciar como um destes sujeitos de mente mais aberta que a maioria, fez a sua revolução silenciosa mudando a realidade de milhares de cidadãos simplesmente exercitando seu talento pessoal chefiando o poder público local proporcionando a felicidade para todos. Quem já presenciou como as caminhadas e o ciclismo noturno esticou as atividades físicas nesta Feliz cidade de Araucária claramente pode sentir que há Luz viva nestas bandas.

Texto: EDILSON BUENO

Publicado na edição 1247 – 04/02/2021

Compartilhe esta notícia:


Aproveite, cadastre seu email para receber novidades!