Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Força tarefa comunitária aconteceu no sábado
Força tarefa comunitária aconteceu no sábado

Um grupo de cerca de trinta pessoas se reuniu no último sábado, 13 de fevereiro, para dar uma geral na pista de skate da Praça do Tayrá, localizada na avenida Archelau de Almeida Torres. A maioria deles era usuário do local, mas havia também integrantes de associações de moradores da cidade e voluntários, digamos assim, “avulsos”.

Os trabalhos duraram todo o dia e incluiu a substituição de uma espécie de corrimão a construção de algumas paredes que revestem os caixotes que são utilizados para manobras, o conserto das rachaduras do piso e a pintura da pista. Os voluntários também fizeram o plantio de algumas árvores no entorno da pista e roçaram parte do mato que existia no local.

Conforme um dos voluntários, a ação foi necessária porque a Secretaria de Esporte e Lazer não cumpriu a promessa de arrumar o local. “A SMEL ficou de revitalizar o local umas cinco vezes, mas não o fez e pista já estava perigosa para quem gostar de andar ali”, comenta Leandro Andrade Preto, um dos que colaborou com os trabalhos.

Ainda segundo ele, só de materiais, a reforma consumiu em torno de R$ 1.700,00, valor que foi custeado pelos próprios voluntários. “Alguns ajudaram com cimento e também parcelamos parte em dez vezes no cartão”, comenta Leandro, acrescentando que mesmo assim o dinheiro não deu para concluir todo o trabalho. “Faltou duzentos reais para finalizar uma cantoneira”, lamenta.

Apesar da geral dada na pista, os voluntários comentam que o local precisa mesmo é ser completamente reformado pela Prefeitura. Sobre a reivindicação da turma, a Secretaria Municipal de Obras Públicas (SMOP) explicou que, por enquanto, para a Praça do Tayrá o que existe é uma licitação em andamento para reforma total da quadra de areia que também existe ali.

Texto: Waldiclei Barboza / FOTO: Everson Santos

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM