De forma resumida, fato vira noticia se divulgado, enquanto a narrativa é a forma novelesca da GRANDE MIDIA OCIDENTAL distorcer os fatos.

O observador mais atento percebe que o mundo vive em guerra constante desde sempre e não somente quando a Globo mobiliza sua máquina de guerra na cobertura parcial dos fatos.

Vamos aos fatos para não ficarmos em leviandades como a narrativa midiática da Lava Jato que durante 5 longos anos endeusou o ex-Juiz parcial Sergio Moro, a ponto do S.T.F. anular todo seu trabalho, paralisou a economia brasileira neste período, despencando o PIB de 2,7 trilhões de dólares em 2014 para 1,8 trilhão em 2020 como resultado de uma verdadeira guerra convencional, agora exaltada pela própria C.I.A como guerra hibrida que foi aplicada na América Latina.

Os Estados Unidos, só para ilustrar, no período ocorrido entre 1945 a 2001, dentre os 248 conflitos armados ocorridos no mundo, 201 foram iniciados pela Casa Branca, representando 81% do número total”, destacaram os chineses ao afirmar que a liderança americana é imposta neste mundo através da guerra.

Todos deveriam saber diferenciar as coisas para não ser tão facilmente manipulados, assim repito:-
Fato vira noticia quando divulgado pela mídia.

Narrativa é uma exposição de fatos, uma narração, um conto ou uma estorinha contada pelas próprias manchetes de jornal pelas aberturas de processos judiciais encadeados para alimentar a própria operação de guerra das notícias de jornais. Simples e bem bolado, quando o sistema de comunicação tá na mão.

No caso Lava Jato, durou de 2014 a 2019, aí entrou Covid e agora Ucrania está na pauta.
Vivemos em tempos de guerras híbridas, em que são inúmeras as formas de manipulação com resultados terríveis aos membros do BRICS, Brasil e Rússia já não incomodam mais o Tio Sam.

Fatos reais ou imaginários viram noticia através da divulgação, mas a narrativas destrói um país sem o povo perceber.

Texto: Edilson Bueno

Publicado na edição 1301 – 03/03/2022

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

A ética dos propagadores de fake news

O título desta crônica é provocativo, pois vivemos num tempo onde cada um é induzido a acreditar na sua fake news de preferência através da

Casa Bem Acabada

Iéste negócio da gente se meter a rabequista das véis dando o maior dos problema!! Sobrinha Roseli se achegando com cara cheia de felicidade contanto

Compartilhe