Pesquisar
Close this search box.

Projeto ECOnomiza foi o grande vencedor do Climathon UniOpet 2023

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

O projeto ECOnomiza, do grupo Ciclo Verde, foi o vencedor do Climathon UniOpet 2023, realizado no último sábado (28/10) pelo Centro Universitário UniOpet, em parceria com o Impact Hub.

A edição paranaense do evento global reuniu cerca de 150 participantes, entre universitários e empreendedores, mentores e avaliadores em um hackathon (maratona de programação) de 12 horas, visando estimular os participantes a desenvolverem soluções de combate às mudanças climáticas em projetos de economia circular que atendam às necessidades locais.

O projeto vencedor foi idealizado pelos estudantes de Administração Mayara Azevedo e Marcos Roseno, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), a graduanda de Designer Gráfico Fernanda Finkler Lachowski, também da UTFPR, e Raian Moreira da Silva, que é técnico em Jogos Digitais e graduado em Multimídia, ambos pelo Centro Universitário UniOpet. Raian e Fernanda são moradores de Araucária e Mayara e Marcos de Curitiba. “Eu e minha esposa Fernanda estudamos na Escola Municipal Werka e no Colégio Estadual Julio Szymanski, meformei com bolsa, então para nos foi um grande marco ter chegado até aqui e vencer o Climathon, um evento de extrema importância para a preservação do meio ambiente, em nível global”, disse Raian. 

Sobre o projeto

De acordo com dados recentes da CBN, a situação econômica dos catadores do Uberaba é alarmante, com 68% de sua renda sendo destinada à compra de alimentos. A distribuição destes gastos revela uma dieta desbalanceada, com a maior parte dos recursos sendo utilizada na aquisição de itens básicos como feijão (94%) e arroz (92%), enquanto apenas 16% é destinado à compra de frutas, legumes e verduras. E ainda, 20% da renda é gasta com refrigerantes. Esta realidade culmina em um quadro de insegurança alimentar, com 29% dos catadores enfrentando situações de fome, e 13% vivenciando essa realidade diariamente.

O ECOnomiza se apresenta como uma solução extremamente viável para reverter esse cenário, é um sistema inovador que cria uma rede de sustentabilidade, integrando catadores, empresas de reciclagem e comerciantes locais. Os catadores podem trocar materiais recicláveis por ECOcréditos, que posteriormente podem ser utilizados para adquirir alimentos e outros itens essenciais com desconto, nos comércios locais. A iniciativa não só promove a inclusão social e econômica dos catadores, mas também fortalece os pequenos comércios do bairro e estimula práticas mais sustentáveis em toda a comunidade.

O ECOnomiza foi meticulosamente projetado seguindo os princípios do design centrado no usuário (user-centered design – UCD), uma abordagem que busca compreender profundamente os desafios vivenciados pelas pessoas, a fim de moldar uma solução de software verdadeiramente eficaz e intuitiva.

A construção do protótipo da plataforma ECOnomiza foi guiada por metodologias de UX/UI (experiência e interface do usuário), garantindo uma navegação fluida e uma interação agradável para o usuário.

Além disso, foram incorporados elementos de gamificação, como um sistema de pontos e insignias, gráficos dinâmicos, uma barra de progresso e um sistema de ranqueamento, todos pensados para engajar e motivar os usuários, transformando a jornada de reciclagem em uma experiência recompensadora e estimulante.

O hackathon

Curitiba foi a única cidade do estado a participar do Climathon, evento global que ocorre simultaneamente em todo o mundo, envolvendo mais de 30 mil participantes, com mil eventos realizados desde 2015. O programa faz parte do EIT Climate-KIC, comunidade de inovação e conhecimento para uma economia zero carbono.

Foto: Divulgação