Na quarta-feira, dia 28, um grupo de alunos da Escola Municipal Professora Nadir Nepomuceno Alves Pinto, promoveu um protesto em frente a Prefeitura de Araucária para reivindicar melhorias na escola onde estudam. Embora a reivindicação tenha sido justa – a escola está precisando mesmo de uma reforma, a manifestação causou preocupação em quem passava pela rua. Acontece que os pequenos manifestantes tinham idade entre 8 e 15 anos.

Ou seja, eram crianças, que deveriam estar na escola. Considerando que os alunos se concentraram em frente à Escola Nadir, que fica no Conjunto Maranhão, para de lá sair em caminhada até o Paço Municipal, houve, no mínimo, negligência da direção da instituição de ensino, que permitiu que os alunos fizessem a manifestação. Para se ter uma idéia, as crianças percorreram quase três quilômetros por ruas de bastante movimento e desacompanhadas de qualquer adulto responsável.

Dentro de sala
Ao que parece, os professores da Escola Nadir também têm sua parcela de culpa na história. Segundo o que nossa reportagem apurou no local, enquanto os alunos se concentravam em frente ao portão principal da instituição, os docentes permaneciam dentro de sala de aula. “Em nenhum momento nenhum professor veio chamar as crianças para assistirem a aula”, disse uma pessoa que acompanhou de perto a situação.

Em reunião
Nossa reportagem procurou a diretora da escola na tarde de ontem, mas ela não estava na instituição. Segundo apuramos, no dia da manifestação, ela também não se encontrava, pois estava numa reunião de diretores no Salão Nobre da Prefeitura.

Inquérito
O delegado da Polícia Civil de Araucária, Agenor Salgado Filho, disse que vai instaurar inquérito policial para apurar de quem é a responsabilidade pelo uso de menores na manifestação. “A vida dos alunos foi colocada em risco. Precisamos apurar de quem é a culpa”, enfatizou.

Desinformados
Quanto à questão que motivou a manifestação: a reforma da escola, a Secretaria de Educação informou que a instituição será totalmente reconstruída e que o processo de licitação para elaboração do projeto da obra já está em andamento.

VEJA TAMBÉM

Compartilhe