Escola orienta os alunos sobre como se alimentar de uma forma saudável

Neste ano a Escola de Educação Especial APAE Profª Joana Belniak da Silva está efetivando mensalmente o Projeto de Orientação Alimentar, que consiste em proporcionar aos alunos com deficiência mental uma refeição diferenciada, o conhecimento sobre o valor nutricional dos alimentos e o comportamento adequado durante as refeições.

De acordo com a direção da escola, este trabalho só vem sendo realizado graças a ajuda dos patrocinadores, que contribuem doando os alimentos necessários, pois a instituição não dispõe de renda para isso.

“No mês de maio a refeição foi um sucesso devido às doações recebidas do casal Luiz e Lídia Surmas, dos alimentos doados pelo Costelão na Brasa, através do Sr. Marcelo, e também as doações dos vereadores Cabrini e Marco Ozório e do proprietário do Açougue Maranhão”, disse a pedagoga Rita. Também contribuíram com este trabalho o vereador Rui Sérgio, a secretária da Cultura Rosicler, a doutora Maria de Fátima Moskalewski.

Os alunos e profissionais da escola agradecem aos doadores e aguardam novos parceiros para a continuidade do projeto. Interessados em contribuir com a escola podem entrar em contato com a APAE pelo fone 3642-2602.

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

A ética dos propagadores de fake news

O título desta crônica é provocativo, pois vivemos num tempo onde cada um é induzido a acreditar na sua fake news de preferência através da

Casa Bem Acabada

Iéste negócio da gente se meter a rabequista das véis dando o maior dos problema!! Sobrinha Roseli se achegando com cara cheia de felicidade contanto

Compartilhe