Moradores da comunidade fizeram uma limpeza em diversos pontos do bairro

Dia 22, uma mobilização dos moradores do Jardim Arvoredo, em Araucária, marcou o Dia Mundial da Água. O mutirão para limpar o bairro se transformou em mais uma importante ação para a conscientização da comunidade em prol da conservação do meio ambiente. A parceria entre as secretarias municipais de Promoção Social e Cidadania, Meio Ambiente, Saúde, Associação de Moradores e Pastoral da Criança do Arvoredo teve como objetivo retirar o lixo de pontos críticos da região.

A sensibilização da comunidade para a importância de preservar o meio ambiente foi o foco do mutirão. “Infelizmente muitas pessoas ainda não perceberam a necessidade de cuidar do meio ambiente. De uma forma simples buscamos a conscientização dos moradores não só do Jardim Arvoredo como de todos os araucarienses”, destacou a secretária de Promoção Social de Araucária, Belquis Ferreira.

Alerta
Na ocasião, um carro de som alertou os moradores dos principais cuidados com o meio ambiente. Os locais que receberam a limpeza foram: Rua Sônia Budziak, o final do asfalto da Rua Silvio Cantele e esquinas das ruas Pinheiro, Che Guevara, Pôr-do-Sol e Beira Rio. A Prefeitura também instalou lixeiras comunitárias, onde os moradores poderão depositar o lixo, evitado que o mesmo fique acumulado nas ruas.

“Estamos satisfeitos com a quantidade de pessoas que participaram, pois essa é a continuação do trabalho que já fazemos nas escolas sobre a educação ambiental. Podemos afirmar com toda a certeza que as crianças já se conscientizaram da importância de preservar o meio ambiente, agora procuramos levar essa mensagem aos adultos”, acrescentou Fabienne Charvet Inkot, que faz parte da equipe de educação ambiental da Secretaria de Meio Ambiente de Araucária.

Para a diarista Adélia Ap. Rosa, 60 anos, moradora da comunidade do Arvoredo, o incentivo da Prefeitura foi muito importante pois o bairro estava precisando de uma atenção especial. “Nossos rios e ruas estavam bastante sujos e havia muito lixo espalhado pelos terrenos. Com esta limpeza tudo ficou mais bonito”, disse.

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

A ética dos propagadores de fake news

O título desta crônica é provocativo, pois vivemos num tempo onde cada um é induzido a acreditar na sua fake news de preferência através da

Casa Bem Acabada

Iéste negócio da gente se meter a rabequista das véis dando o maior dos problema!! Sobrinha Roseli se achegando com cara cheia de felicidade contanto

Compartilhe