O Projeto Vida Promoção Social beneficiou a comunidade com vários serviços

No sábado, dia 10, foi a vez da comunidade do Jardim Arvoredo receber a visita do ônibus itinerante do Projeto Vida Promoção Social, uma ONG diferente que leva um alerta sobre a prevenção contra o uso de drogas, através da arte e da cultura. Durante todo o dia, a comunidade do bairro participou de serviços como controle de pressão arterial, cortes de cabelo, palestras sobre gravidez, aborto, drogas e aconselhamento familiar.

O trabalho social foi no final da Rua Silvio Cantelle e as pessoas compareceram em peso. Para as crianças, teve distribuição de algodão doce. À noite, o público apreciou shows pirotécnico e de pirofagia, dança e arte circense. A ação do sábado foi uma espécie de encerramento de um trabalho mais amplo, que começou na quinta e sexta-feira, com visitas às escolas do município, onde os voluntários do projeto fizeram palestras preventivas sobre diversos temas.

Para a presidente da associação de moradores do Jardim Arvoredo, Sônia Regina de Oliveira, entidade que cedeu o espaço e cuidou da divulgação do evento, a iniciativa da ONG foi muito importante pois abriu as portas para uma comunidade que na maioria das vezes é esquecida. “O trabalho foi bonito, as pessoas entenderam a sua importância e participaram de todas as atividades. Só para se ter uma idéia, no corte de cabelo formou-se uma fila gigante”, disse.

Bons resultados
O projeto é nacional e mantido por voluntários da Igreja Batista. Na liderança está Paulo Novaes, que começou este trabalho juntamente com sua família. “Nosso trabalho vem dando tão certo que somente em 2006 conseguimos percorrer seis estados brasileiros”, contou Paulo.

Quem quiser obter mais informações sobre o Projeto Vida Promoção Social poderá acessar o site www.pvps. org.br ou enviar correspondência para a Rua Sebastião Scolaro, nº122, CIC Curitiba – Paraná, Cep 81170-040 ou entrar em contato pelos fones (41) 3248-7676 / 9909-9264 ou pelo e-mail [email protected] onda.com.br

VEJA TAMBÉM

Caminho certo

É fato que a língua do povo sempre foi afiada e impiedosa. Os juízes da vida dos outros de plantão se adiantam em ser investigadores,

Compartilhe