As aulas retornam em 2021 | O Popular do Paraná
Compartilhe esta notícia:

Com a responsabilidade que o momento nos pede e pensando em todos os munícipes, a Prefeitura Municipal publicou no dia 15 de janeiro o Decreto Municipal nº 35.478/21, o qual autorizou o retorno das atividades nas Instituições de Ensino e Unidades Educacionais públicas e privadas do município de Araucária.

Isso quer dizer que as aulas voltarão de forma presencial? Calma, tudo depende! Este é um decreto autorizativo, pois as unidades educacionais da rede privada de ensino podem seguir o protocolo de retorno das atividades da Secretaria do Estado de Educação e a normativa estadual sobre o tema.

No entanto, na rede municipal de ensino, o protocolo de retorno das atividades não será uma decisão exclusiva da Prefeitura! Este protocolo de retorno será definido por uma comissão com representatividade de diversos setores, respeitando a opinião de todos os segmentos que compõem a comunidade escolar.

Mais uma vez precisamos ter calma, pois as dúvidas neste início de ano letivo são muitas, tanto dos pais como dos profissionais. A Secretaria Municipal de Educação irá enviar aos pais/responsáveis legais e aos profissionais da educação uma pesquisa para levantamento de opiniões e dados de contágio.

Vale lembrar que o decreto nº 35.478/21 já prevê medidas básicas obrigatórias a serem adotadas por todas as unidades educacionais, como:
● Uso obrigatório de máscara para profissionais e estudantes;
● Totens e frascos de álcool gel disponíveis;
● Horários de entrada, saída, refeições e intervalos escalonados para evitar aglomerações;
● Interdição de bebedouros coletivos;
● Distanciamento social de 1,5 metro;
● Desinfecção de mobiliário e materiais em geral com álcool 70%.
● O transporte escolar com limpeza e distanciamento.

Há recomendação para o afastamento das atividades presenciais dos estudantes e trabalhadores que constam nos grupos de risco (especificados no decreto).

Para os estudantes da rede municipal, o decreto permite a distribuição kits de higiene (máscara, álcool em gel, sabonete líquido, lenço, etc), assim, a Secretaria de Educação está levantando informações para a viabilização deste. Outro ponto importante que consta no decreto é a autorização para fornecimento de kit alimentação aos estudantes da rede pública. Isso também está sendo estudado pela SMED!

Estamos cientes que o retorno, independente se será remoto ou híbrido, mesmo seguindo todos os protocolos de saúde será mais um grande desafio para a educação!

Tranquilizamos a todos que as ações da Comissão para análise do retorno das aulas 2021, bem como, as deliberações e documentos emanados pelo Conselho Municipal de Educação serão informadas à comunidade escolar pelos meios oficiais de divulgação da Prefeitura, SMED e também pelas unidades educacionais!

Publicado na edição 1245 – 21/01/2021

As aulas retornam em 2021
Compartilhe esta notícia: