Barzinho promoveu evento e a arrecadação foi revertida para a Casa Lar Coração de Mãe

O Bagdá Brasil passou a integrar a lista dos voluntários que estão contribuindo com a sobrevivência da Casa Lar Coração de Mãe. No sábado, dia 24, o barzinho, em parceria com o grupo Legionários, promoveu um evento diferenciado, Um Tributo a Legião Urbana, e toda renda foi repassada para a entidade.

O dinheiro arrecadado com a venda dos ingressos foi revertido na compra de uma máquina de lavar (Electrolux 7,5 quilos) e as doações do público resultaram em 127 quilos de alimentos não-perecíveis, que também foram doados à Casa.

A entrega da máquina e dos alimentos foi feita na quarta-feira, dia 28, pelos representantes do Legionários. “Estamos muito felizes em poder ajudar as crianças e os jovens que são atendidos pela entidade. Conseguimos isso graças aos nossos patrocinadores e aos voluntários que nos ajudaram a fazer este evento”, disse um dos integrantes do grupo.

Os organizadores agradeceram a colaboração dos artistas Nego Elias, banda Bela Teimosa, Charô (abordagem acústica), Niva Machado e Joel Rocha, que fizeram shows sem cobrar cachê e aos patrocinadores Colchões Ortobom, vereador Rui Sérgio, Oficina do Alemão, Lojas Santista, Premier Multimarcas, Bar e Lanchonete do Pedrão, Planeta Café e Sandecki Agro Center.

A mãe social Sirlei Cecília dos Santos das Chagas, que cuida da Casa Lar, disse que estava muito emocionada com a atitude do grupo. “Estou sem palavras para agradecer. Tenho a certeza de que todos vocês estão sob a proteção de Deus”, comentou.

As pessoas que tiverem interesse em contribuir com a Casa Lar Coração de Mãe, que abriga 25 crianças e jovens em situação de risco, entre zero e 18 anos, poderão entrar em contato pelo fone 3642-1612 ou mediante depósito bancário: Agência 0031, conta corrente 2110600.

VEJA TAMBÉM

Errata: Edital de Proclamas

Na edição nº 1237 do Jornal O Popular, que circulou nesta quinta-feira, 5 de novembro, erramos a data da página 12. O correto é 5

Quarentena, nutrição e ansiedade

Você se considera uma pessoa ansiosa? Você come mal quando não se sente bem? Ou não se sente bem porque come mal? A ingestão de

Compartilhe