Compartilhe esta notícia

Mais de 500 pessoas assistiram na terça-feira à noite, dia 18, a estréia do Projeto Cinepop Brasil na Escola Municipal Azuréa Belnoski, no bairro Tupy. O filme exibido foi “O Casamento de Romeu e Julieta”, de Bruno Barreto. O projeto prosseguiu ontem, dia 19, com a apresentação do filme “Meu Tio Matou um Cara”.

O Cinepop foi criado há cinco anos e tem o patrocínio da Fosfertil, apoio institucional da Prefeitura Municipal de Araucária, através das secretarias de Educação e Cultura e Turismo e apoio cultural do Jornal O Popular e do Ministério da Cultura.

A realização é da empresa Interaction/RJ, do cineasta Iberê Cavalcanti, com produção e execução da empresa Perfil Consultoria/PR, Zippy Produções e Eventos, programação visual Zaz Visual Design e produção gráfica Ágata Comunicação Visual.

Primeiro contato
Segundo o diretor Iberê Cavalcanti, o projeto foi bem recebido e trouxe uma experiência importante, pois muitas pessoas da comunidade nunca tinham assistido a um filme no cinema. “Além disso, é uma oportunidade de fazer surgir novos talentos, e um exemplo disso aconteceu na estréia, quando houve a apresentação de uma oficina de circo com artistas da própria comunidade. Foi uma apresentação emocionante”, disse.

A proposta do projeto é formar um circuito regular de apresentações. Em Araucária o Cinepop permanecerá por seis meses e deverá percorrer 10 bairros, com freqüência semanal. “Os filmes serão apresentados para o público em geral e nas escolas, com sessões de manhã e à tarde”, acrescenta Iberê.

Compartilhe esta notícia