Na clínica os alunos estagiários vivenciam a experiência real do que é a fisioterapia. Foto: divulgação

No ano de 2021, assim como em 2020, a humanidade continuou a lutar contra a Covi-19 e suas consequências. Muitas pessoas afetadas pela doença, encontraram na Fisioterapia, uma esperança de tratamento e cura para as sequelas. Com isso, a profissão, que muitas vezes foi subestimada por todos, viveu um ano de protagonismo e reconhecimento.
Para os acadêmicos estagiários de Fisioterapia da Unifacear, não foi diferente. Eles tiveram que se reinventar, se transformar, sacudir a poeira e seguir em frente, prestando um serviço de qualidade à população de Araucária e região.

Em 2021, a Clínica Escola de Fisioterapia da Unifacear, no campus de Araucária, realizou mais de mil atendimentos, nas diversas áreas da Fisioterapia: traumato-ortopedia, medicina tradicional chinesa, gerontologia, saúde da mulher, neurologia, pediatria, cardiopulmonar, dermatofuncional e Pilates. Somado a este feito, fizeram diversos atendimentos em parceria com a Prefeitura de Araucária na Atenção Primária à Saúde, com atendimentos domiciliares à população que não tem condições de deslocamento até uma Unidade de Reabilitação, e também na Atenção Secundária, na Clínica da Mulher e do Idoso.

Os alunos tiveram a experiência em atendimento hospitalar, através de uma parceria da Unifacear com a Santa Casa de Misericórdia de Curitiba e com o Hospital XV. Na área de Fisioterapia do Trabalho, os atendimentos foram em empresas parceiras, realizando a prevenção de agravos relacionados às atividades laborais.

Trabalho continua

Muitas pessoas são beneficiadas pelo atendimento da Clínica. Foto: divulgação

“É muito importante a Fisioterapia ter o reconhecimento de sua contribuição para a saúde das pessoas, ainda mais em época de pandemia. Nesse cenário, o Fisioterapeuta tem atuado tanto nas UTI’s quanto na reabilitação de quem pegou a doença. Na clínica escola de fisioterapia da Unifacear também pudemos contribuir com a sociedade e conceder aos alunos estagiários uma experiência real do que é a fisioterapia”, destacou o coordenador do curso de Fisioterapia da instituição, Jaisson Agne Estrázulas.

Para o ano de 2022, ele afirma que a Fisioterapia da Unifacear pretende continuar prestando um serviço de qualidade à população e, cada vez mais, mostrar sua importância na vida das pessoas.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1295 – 20/01/2022

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp