Coopermarger representa uma fonte de renda para mulheres que estavam fora do mercado de trabalho

A cooperativa de confecção de uniformes Cooper­marger (Cooperativa de Mulheres em Ação Gerando Renda) comemorou seu primeiro aniversário na quarta-feira (29). Apesar do pouco tempo de atividades no município, a iniciativa já está rendendo lucros às participantes e abrindo caminhos para a implantação de outras cooperativas na cidade.

De acordo com a secretária da Coopermarger, Edi­ma­ria Oliveira, o grupo enfrentou muitas dificuldades e limitações, mas conseguiu legalizar e colocar em prática um antigo sonho. “Felizmente vencemos essa luta com força de vontade e também com a ajuda de muitas pessoas que estiveram conosco ao longo desse caminho”, discursou durante a comemoração.

A Secretaria de Trabalho e Emprego (SMTE) prestou um importante auxílio para a criação da cooperativa. Além de oferecer todo o apoio técnico, por meio do departamento de geração de renda, a prefeitura também cedeu o maquinário necessário para os trabalhos e disponibilizou cursos do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) voltados à área de confecção para qualificar as participantes.

Atualmente 20 mulheres integram o grupo, que começou pequeno, mas que vem crescendo rapidamente e conquistando muitos clientes. Empresas de grande porte do município estão confiando no trabalho da Cooper­marger e adquirindo os produtos fabricados pela cooperativa.

O secretário de Trabalho e Emprego, Ronaldo Martins elogiou, o trabalho das cooperativas, pois são uma forma de geração de empregos e de renda. “Elas representam uma perspectiva de ganhos ilimitada e, além disso, tem alguns benefícios que no emprego formal não existem. A Coo­permarger está mostrando a sua força e provando que esse é o caminho”, diz o secretário.

VEJA TAMBÉM

Compartilhe