Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

A construção da Delegacia Cidadã de Araucária, que faz parte do projeto Paraná Seguro, lançado em 2012 pelo Governo do Estado, está prestes a sair do papel. As delegacias seguem um novo modelo de atendimento, que dispõe de espaços específicos e reservados para separar vítimas de agressores e possibilidade de auxílio de assistentes sociais e psicólogos, quando necessário.

Primeiramente o Governo elaborou um projeto arquitetônico padrão para todas as cidades que iriam receber as instalações. O prédio possui, além de espaço para delegacia, carceragem e Instituto Médico Legal (IML) na mesma estrutura. No entanto, alguns municípios como Araucária, solicitaram algumas readequações no projeto original.

O fato é que o projeto ficou tramitando na Prefeitura local durante alguns meses, até que todas as discussões e modificações necessárias fossem feitas. No entanto, esta semana a PMA explicou que todos os trâmites internos que lhe cabiam, para dar andamento ao processo, já foram realizados. Comentou ainda que as sugestões da Secretaria Municipal de Urbanismo para alteração no projeto foram retiradas no dia 23 de julho pela empresa contratada pelo estado, conforme consta em protocolo. Cabe à empresa apresentar a documentação final para emissão do alvará da obra.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SESP), por sua vez, informou que o projeto retornou para a empresa L.C. Neia Consultoria e Projetos de Engenharia Ltda, de Curitiba, que venceu a licitação para a execução da obra da Delegacia Cidadã. A SESP disse ainda que aguarda a empresa refazer o projeto para que sejam iniciadas as obras.

06 geral pb copy

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM