Dupla tentativa de homicídio

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Dupla tentativa de homicídio
Conforme polícia, tiroteio aconteceu por disputa de ponto de tráfico Dupla tentativa de homicídio

O envolvimento com drogas e com o tráfico quase fez mais uma vítima em Araucária nessa terça-feira, 21 de maio. Mesmo levando quatro tiros, dois na perna e dois nas costas, Celso Rodrigues de Macedo, 36 anos, vulgo ‘’Polaquinho’’ teve sorte, ou recebeu alguma graça divina, e não passou dessa para uma melhor. Uma segunda pessoa, que nada tinha com a bronca, também acabou sendo atingida de raspão para proteger os filhos da ação dos bandidos.

Perseguição
Conforme Boletim de ocorrência da situação, a confusão começou perto das 21h na Rua dos Cravos, no bairro São Francisco, quando a Polícia Militar foi acionada por populares para ir até a região onde se tinha ouvido uma saraivada de tiros. Conforme relatou o escrivão da Polícia Civil, Polaquinho, que já tem passagem pela polícia por homicídio, tráfico e roubo de carga, e estava em regime semi-aberto na Colônia Pena Agrícola, estava na região se instalando como traficante. Naquela noite ele teria ido até um mocó comprar um ‘baseado’ e assim que chegou lá, foi recebido por uma chuva de tiros.

Polaquinho então saiu correndo em disparada, invadindo uma residência no intuito de se esconder, mas os atiradores entraram atrás e efetuaram mais disparos. Conforme informações de populares – não confirmada pela Polícia Civil que ainda não ouviu o depoimento do proprietário da casa invadida – a outra vítima estava com sua família, incluindo duas crianças, quando o bando invadiu a residência. Para proteger os pequenos, ele pediu que deitassem no chão e se colocou em cima deles, sendo atingido por um tiro de raspão. Os atiradores fugiram em seguida, e as vítimas foram encaminhadas ao HMA, onde receberam cuidados e foram liberadas.

Apreensão
Logo depois, perto das 21h35, a Polícia Militar recebeu denúncias anônimas afirmando que os elementos que teriam praticado o crime estavam em uma residência na Rua das Tulipas, no jardim São Francisco. A equipe rapidamente se direcionou ao local e, ao realizar a abordagem na residência e nos indivíduos que ali estavam, encontrou na cintura de cada um uma arma e no interior da residência, outras duas, além de dois coletes balísticos e munições. Diante dos fatos, Ivan Henrique Junior, 20 anos, Josiel de Farias, 22 anos, e Laudecir Santos de Ramos, 32 anos, foram encaminhados para a Delegacia junto com o armamento: um revólver calibre 32, um revólver calibre 38, uma pistola calibre 765, e mais duas pistolas calibre 9mm.

Na Delegacia
Conforme informações do escrivão da Polícia Civil, em depoimento o trio não assumiu ter participado da dupla tentativa de homicídio, mas teriam confirmado o fato em informações extra-oficial. Eles também foram reconhecidos pela vítima e tudo aponta que o tiroteio aconteceu por disputa de ponto de tráfico de drogas. O trio está preso na Delegacia da cidade e Celso deve se apresentar na Colônia Penal para procedimentos.