Em Araucária o Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA foi implantado pela Lei Municipal nº 756, de 28 de dezembro de 1990, cinco meses após a sua criação, que se deu pela lei federal nº 8069, de 13 de julho de 1990. O estatuto foi uma grande conquista para a sociedade araucariense, que pode acompanhar na prática as ações de proteção à criança e ao jovem.

A partir do ECA, a primeira eleição do Conselho Tutelar ficou pendente na Justiça por muito tempo, aguardando decisão do Tribunal de Justiça. Em 1995 a questão foi solucionada e houve uma reformulação da Lei municipal através da nova lei, a 1013, de 1995. Em 2 de dezembro de 1996 tomou posse o primeiro Conselho Tutelar de Araucária, tendo como integrantes Joselito Carreira Bueno, Carlos Roberto de Freitas, Juarez Afonso Silveira, João Batista Gonçalves e Sebastião Pilatto dos Santos.

Hoje, no seu quarto mandato, o Conselho Tutelar conta com estrutura física, mas ainda precisa de muitas melhorias para atender todas as ocorrências. Os atuais conselheiros são Fabíola Karas, Joselito Bueno, Francieli Meneghati, Marcos Rosa do Prado e Eduardo Melo, que na mesma data em que foi comemorado o aniversário do ECA – 13 de julho – comemoraram o Dia do Conselheiro Tutelar.

VEJA TAMBÉM

Compartilhe