Agora o consumidor poderá ficar, no máximo, 30 minutos aguardando atendimento

O consumidor deverá ser atendido em 30 minutos quando procurar os serviços de atendimento bancário nas casas lotéricas. Essa é a proposta do projeto do deputado Plauto Miró Guimarães (DEM). Assim, o tempo para que as agências lotéricas que prestem serviços bancários atendam os usuários no Estado será de até 30 minutos nos dias normais, e de até 40 minutos na véspera ou após os feriados prolongados.

A proposta também quer garantir o atendimento preferencial e diferenciado nos caixas para os maiores de 65 anos, gestantes, pessoas portadoras de necessidades especiais, além de pessoas com recém-nascidos no colo. “Isso é lei e deveria estar sendo cumprido, mas recebemos relatos de que isso, por vezes, é desrespeitado”, observa o deputado.

As agências lotéricas terão 90 dias, a contar da data da publicação da lei no Diário Oficial do Estado, para adaptarem-se as suas disposições. No Paraná, existem aproximadamente 600 casas lotéricas, que geram aproximadamente quatro mil empregos diretos.

Em Araucária, o proprietário da única rede de lotéricas da cidade, Olímpio Moreira Paes, critica a medida, alegando que não existe possibilidade de reduzir o tempo de espera, pois os serviços são terceirizados pela Caixa Econômica Federal e esta não libera novos terminais.

“Tenho três lotéricas na cidade e em todas o número de máquinas não é suficiente. Na unidade da Praça temos quatro terminais, dois na loja no trevo de entrada da cidade e apenas uma máquina na lotérica da Archelau de Almeida Torres. Em dias de muito movimento as pessoas ficam muito mais do que 30 minutos na fila e o pior é que não depende só de mim para resolver este problema”, acrescentou.

VEJA TAMBÉM

Compartilhe