Ela protesta contra o lixo acumulado, que acabou interditando um trecho da rua

Cinco anos é o tempo que a dona de casa Sueli Negreli está aguardando por uma obra da Prefeitura Municipal no bairro onde reside. Proprietária de um imóvel localizado no final da Rua Edmundo Gonçalves Ferreira, no bairro Vila Nova, nos fundos da quadra do Marcelo, ela está indignada com a situação em que se encontra o local.

“A via, que faz ligação com a Rua Cândido Nascimento, está interditada por causa dos entulhos que ali foram jogados. É um trecho pequeno, com menos de 100 metros, não custa nada limpar, fazer o asfalto, que veio até aqui e parou não sei porquê, para permitir o acesso dos carros, mas parece que a Prefeitura não tem interesse”, reclama a moradora.

Sueli disse ainda que este descaso da PMA em resolver a questão acaba incentivando os moradores a jogar lixo e entulhos no local. “Isso aqui logo vai virar um lixão e a situação vai ficar pior, pois passará ser um problema ambiental também”, disse.

Ela acrescentou que além da rua interditada, no trecho onde mora não tem iluminação pública, o que facilita a ação dos marginais.

Procurado ontem à noite, dia 20, pela reportagem do O Popular, o secretário municipal de Obras Públicas, Conrado Faria de Albuquerque, estava participando de uma reunião e não pode dar explicações sobre o caso.

VEJA TAMBÉM

Compartilhe