Ata da reunião nº 250 da
Associação de Moradores:
O novo Presidente da Associação cumprimentou a todos, agradeceu a confiança nele depositada e renovou suas intenções de fazer o melhor pelo bairro, tendo deixado claro que fará todo o possível para o melhor de todos os moradores. Informou que será promovido um bailão para arrecadação de dinheiro para a manutenção da própria Associação.

Ata da reunião nº 251 da
Associação de Moradores:
O Sr. Presidente informou que não houve procura expressiva de ingressos antecipados para o bailão, motivo pelo qual decidiu promover também, no evento, um sorteio com os seguintes prêmios: para o terceiro lugar, um leitão; para o segundo lugar, mil reais; e para o primeiro lugar, um Fusca. Expressou sua certeza de que o sorteio deverá atrair a população de todo o município, o que certamente garantirá a arrecadação do dinheiro necessário para comprar os prêmios, que serão distribuídos posteriormente aos vencedores.

Ata da reunião nº 252 da
Associação de Moradores:
O Sr. Tesoureiro assumiu a condução dos trabalhos e informou que o Sr. Presidente não se faz presente por motivos de saúde. Apresentou, então, os resultados financeiros do bailão com sorteio de prêmios: houve apenas 58 ingressos pagos, a 3 reais cada, o que totalizou 174 reais. Não houve prejuízo nas bebidas porque foram vendidas em regime de consignação. Tendo sido questionado como o valo total foi tão baixo, apesar de o bailão estar cheio, conforme atestado pelos presentes, informou que não sabia detalhar os motivos, mas que o Sr. Presidente poderá fazê-lo em reunião próxima.

Ata da reunião nº 253 da
Associação de Moradores:
O Sr. Presidente agradeceu os votos de pronta recuperação recebidos por recados e ligações durante seu período acamado e informou que já está em condições de novamente assumir os trabalhos nesta Associação. Sobre o bailão, informou que: a) infelizmente não houve o cuidado correto para encontrar as pessoas responsáveis pelo recebimento do dinheiro na entrada do evento. Assim, os dois jovens que foram convidados, às pressas, para receber os valores, se mostraram não confiáveis, já que, possivelmente, tomaram para si a maior parte do valor, o que, infelizmente, é impossível comprovar; e b) já está avaliando as medidas que tomará para conseguir fazer o pagamento dos prêmios aos sorteados, os quais já demonstraram interesse em ingressar com ações judiciais em face da Associação se não obtiverem o imediato pagamento dos prêmios a que têm direito.

Ata da reunião nº 254 da
Associação de Moradores:
O Sr. Presidente informou que decidiu arcar do próprio bolso com o prejuízo causado às finanças e à imagem da Associação após o bailão. Para isso, vendeu seu veículo Corcel II ano 1986 e fez um empréstimo bancário no valor de 1600 reais para completar o valor restante e poder pagar os prêmios aos vencedores do sorteio. Informou que tudo já foi resolvido e que os vencedores se mostraram satisfeitos com a solução não judicial da questão. Apresentou, em seguida, sua carta de renúncia, tendo, por fim, agradecido os presentes pela confiança nele depositada durante os dois meses em que presidiu esta Associação.

Publicado na edição 1141 – 29/11/18

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

A ética dos propagadores de fake news

O título desta crônica é provocativo, pois vivemos num tempo onde cada um é induzido a acreditar na sua fake news de preferência através da

Casa Bem Acabada

Iéste negócio da gente se meter a rabequista das véis dando o maior dos problema!! Sobrinha Roseli se achegando com cara cheia de felicidade contanto

Compartilhe