A exposição fotográfica A Arte da Reciclagem, do fotógrafo paulista Paulo Fridman, que está aberta desde o dia 19, no Museu Tindiqüera, está chamando a atenção dos visitantes. Os trabalhos, entre móveis, vassouras e outros, que ficarão no Museu até o dia 5 de agosto, são confeccionados à base de recicláveis e revelam a criatividade dos seus autores e das empresas que utilizam este tipo de material.

No total, a mostra reúne cerca de 30 fotos que relatam o dia-a-dia dos trabalhadores da reciclagem e também dos operários de indústrias que transformam resíduos domésticos em novos produtos. Retratados pela sensibilidade artística do fotógrafo, esses personagens exibem orgulho e auto-estima, estampam sorrisos e conquistam novas perspectivas de vida, graças à reciclagem.

A exposição já percorreu diversas cidades do país e em Araucária foi trazida a partir de uma parceria entre a Prefeitura Municipal, o Sesc Paraná, a Tetra Pak e a Editora Horizonte. O horário de visitação é de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30 e nos sábados e domingos, das 10h às 17h.

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

A ética dos propagadores de fake news

O título desta crônica é provocativo, pois vivemos num tempo onde cada um é induzido a acreditar na sua fake news de preferência através da

Casa Bem Acabada

Iéste negócio da gente se meter a rabequista das véis dando o maior dos problema!! Sobrinha Roseli se achegando com cara cheia de felicidade contanto

Compartilhe