Pesquisar
Close this search box.

Petrobras doa máscaras para comunidades carentes de Araucária

Costureiras ganharam renda extra na produção das máscaras. Foto: divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Petrobras doa máscaras para comunidades carentes de Araucária
Costureiras ganharam renda extra na produção das máscaras. Foto: divulgação

Comunidades de Araucária estão recebendo máscaras de proteção ao coronavírus, que foram doadas pela Petrobras. A ação acontece em todas as cidades onde a empresa possui unidades e beneficia as famílias que vivem nos arredores. Os itens foram produzidos por artesãs e costureiras da “Máscara + Renda”, iniciativa da Fundação Vale e da Rede Asta, dentre elas, algumas moradoras do Município. “A ideia é promover a conscientização e incentivar o uso de máscaras neste momento em que novos casos da Covid 19 são registrados diariamente no país. Precisamos nos proteger, fazer nossa parte para fortalecer a solidariedade e o apoio social para proteção de todos”, explica a Petrobras.

Durante cinco meses, cada costureira selecionada pelo projeto recebeu um valor mensal de aproximadamente R$ 900. ‘O objetivo foi oferecer, num momento crítico como este que estamos vivendo, oportunidade de renda para mulheres em situação de vulnerabilidade social, mulheres que muitas vezes são chefes de família. É uma iniciativa que, para elas, faz muita diferença”, afirma a empresa.

Distribuição

As máscaras produzidas foram doadas para organizações sociais sugeridas pelas próprias costureiras. Essas entidades estão distribuindo o os itens para aqueles que mais precisam, incentivando o uso de máscaras e disseminando a cultura da prevenção nas comunidades. Em Araucária, a distribuição está sendo feita pela União das Associações de Moradores – Unamar, que já entregou os itens para várias comunidades. “Estamos quase finalizando a entrega das máscaras que recebemos, e depois iremos prestar contas ao projeto”, explicou o presidente da entidade, Luiz Kaill.

Todo o material para confecção das máscaras foi custeado pela inciativa e as artesãs participaram de aulas online de empreendedorismo e aprenderam, entre outras coisas, técnicas de planejamento e gestão do próprio negócio.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1256 – 08/04/2021