Há cerca de oito anos a dona de casa Eloi Terezinha da Silva, 36 anos, convive com a poeira que invade sua casa na rua Presidente Costa e Silva, no jardim Milão/Juruá, em Araucária. De acordo com ela, até a filha está com problemas respiratórios por causa da poeira.

“Eu moro bem onde termina o asfalto e como o movimento de veículos é intenso, é pó que não acaba mais. Toda vez que passa um carro, ônibus ou caminhão é a mesma coisa. O poeirão levanta e suja tudo. Calçada, roupa no varal fica tudo cheio de pó””, reclama.

A moradora comentou ainda que o asfalto chegou até um determinado trecho e depois parou. “Falta só um pedacinho, não entendo porque a Prefeitura não concluiu”, disse.

O problema incomodava tanto os moradores do bairro que pra conseguir o asfalto eles tiveram que fazer alguns protestos. Um trecho foi executado, mas apenas numa parte da via. Não foi o bastante para cessarem as queixas dos moradores.

Questionado sobre o problema, o secretário de Obras Públicas, Conrado Faria de Albuquerque, informou que já existe o projeto para pavimentação da rua Presidente Costa e Siva, porém não há previsão de quando via será asfaltada. “Faltam cerca de 590 metros para serem pavimentados, o que deve custar algo em torno de R$ 526 mil”, explicou. Ainda segundo Conrado, a obra não deve sair este ano, mas há grandes chances de que a via seja incluída no programa de pavimentação da prefeitura para o ano de 2008. “Como já existe até o projeto, é bem possível que a rua da dona Eloi seja asfaltada em 2008”, enfatizou o secretário.

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

A ética dos propagadores de fake news

O título desta crônica é provocativo, pois vivemos num tempo onde cada um é induzido a acreditar na sua fake news de preferência através da

Casa Bem Acabada

Iéste negócio da gente se meter a rabequista das véis dando o maior dos problema!! Sobrinha Roseli se achegando com cara cheia de felicidade contanto

Compartilhe