Atleta tem chance de representar o Brasil na maior prova de triatlon do mundo

O triatleta araucariense Alexandre Sobânia foi convidado pela Federação Paranaense de Triatlon para participar da eliminatória da maior prova do mundo nesta moda­lidade: o Ironman. A inscrição do atleta, segundo Luiz Iran Guimarães, que atualmente responde pela Federação Paranaense de Triatlon, já foi confirmada.

O convite é um reconhecimento ao esforço e dedicação do atleta araucariense, que afirma ser a prova, a realização de um sonho. “Esta competição é muito difícil, pois tem cerca de 11 horas de duração, por isso, ser indicado pela Federação e aceito pela Comissão Internacional para disputá-la é uma grande honra”, destaca Alexandre.

A eliminatória das Américas para a grande final será no dia 27 de maio, em Florianópolis – SC. A prova, assim como a da final, consiste em 3,8 quilômetros de natação, 180 quilômetros de bicicleta e mais 42 de corrida.

Serão classificados 1.500 atletas de todo o mundo para a final, que acontecerá na Ilha de Kona, no Havaí. O evento costuma reunir cerca de 30 mil visitantes, desde 1978, quando começaram as competições.

Alexandre Sobânia conta que existem critérios para a inscrição de atletas, como: estar há oito anos disputando triatlon, ter resultados comprovados e a indicação da Federação. Devido às dificuldades encontradas nessa competição, Alexandre diz que “todo o triatleta tem o sonho de participar desse campeonato. No entanto, poucos têm essa possibilidade e principalmente chance de concluir a prova, pois ela exige muito do competidor”.

Sobânia comenta ainda que representar Araucária em uma competição como essa é um grande orgulho. “Sou professor de natação e hidrogi­nástica da Prefeitura e sei o quanto o prefeito Olizandro investe no atleta, por isso sinto orgulho em competir por essa cidade. Aproveito para agradecer todo o incentivo e ajuda que já recebi para participar de competições importantes”.

O araucariense vai se dedicar exclusivamente para essa competição, por isso optou por não participar de nenhum outro campeonato nesse ano.

VEJA TAMBÉM

Caminho certo

É fato que a língua do povo sempre foi afiada e impiedosa. Os juízes da vida dos outros de plantão se adiantam em ser investigadores,

Compartilhe