Última bola oito cai na caçapa

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Na disputa do 11º Campeonato de Sinuca do Bar do Binhara, o competidor Leonardo colocou as oito bolas na caçapa antes de Borasa e conquistou o troféu de campeão. O adversário dele ficou com o título de vice; no terceiro lugar ficou Seninha; e no quarto, Ripica. Eles ganharam troféus e leitões.

As partidas finais aconteceram no sábado passado, dia 3, desde as 17h30 até o final da noite. Os oito classificados (os quatro vencedores mais Mirco, Emerson, Lorenço e Raul) se enfrentaram no pano verde e quem foi perdendo, foi saindo.

Peneira
O Campeonato começou no dia 23 de maio, com 35 inscritos. Na 1ª etapa, divididos em cinco grupos, com sete competidores cada, eles jogaram contra todos da chave. Os 20 melhores (quatro de cada grupo) seguiram para a etapa seguinte.

Novamente, divididos em quatro chaves, os cinco integrantes de cada uma jogaram contra todos. Somente os três melhores de cada grupo se classificaram para a 3ª etapa e destes 12, oito foram para as disputas finais.

Tradição
Os organizadores da Campeonato, Emílio e Gerson Binhara, ficaram satisfeitos com a participação dos sinuqueiros. “Nas primeiras fases, fizemos partidas todos os dias. O pessoal jogou com vontade e animou o ambiente do Bar”, contam. “Toda partida é uma reunião de amigos”, acrescentam.

A família Binhara tem o Bar (na Rua Alexandre Wisocki, nº. 35), há 35 anos. “Esta foi a 11ª edição do Campeonato, mas não dá para dizer que fazemos a competição há 11 anos, porque em alguns anos, a procura é tanta que fazemos duas vezes”, explica Emílio.

Sinuca
O esporte é reconhecido pelo Conselho Nacional de Desportes (CND), como um jogo de mesa, taco e bolas praticado no Brasil. Ele constitui uma variante do snooker, um jogo de mesa inventado em 1875, na Grã-Bretanha.

No Brasil, as regras foram adaptadas, mas, atualmente, há tendência, principalmente em campeonatos oficiais, de se jogar na regra inglesa para internacionalizar os atletas brasileiros.