Teve início uma divulgação de informações sobre as condições de tráfego nas rodovias do antigo Anel de Integração, pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR). Essa atualização já está disponível, de forma online no portal www.der.pr.gov.br e em sua pagina na plataforma Twitter. Tudo isso graças ao Centro de Operações Integradas (COI) que trabalha totalmente integrado aos serviços de operação de tráfego rodoviário contratados pelo DER/PR, para atuar nas rodovias que deixaram de ser pedagiadas.
Qualquer situação que interrompa ou afete o tráfego está sendo informada, bem como detalhes sobre o atendimento. As atualizações ocorrem 24 horas por dia, sete dias por semana, inclusive em finais de semana e feriados.
Os contratos prevêem também a inspeção de tráfego, com equipes específicas para percorrer 100% da malha do Anel de Integração ao menos três vezes ao dia, verificando a necessidade de assistência aos usuários, inspecionando as pistas e participando ativamente na ocorrência de neblina, incêndios, acidentes e outras situações, providenciando sinalização de emergência, desvios de tráfego e demais apoios.
As informações são enviadas ao COI e alimentam o sistema de gestão do centro, e, consequentemente, as atualizações sobre o tráfego de veículos nas rodovias.
São realizados ainda serviços de apoio ao Corpo de Bombeiros no combate a incêndios nas áreas próximas às rodovias, com fornecimento de caminhões-pipa, e atendimento a incidentes com animais soltos nas pistas, incluindo orientação aos usuários e a captura e transporte, utilizando equipamento apropriado, como caminhão boiadeiro.
O DER/PR atua nas rodovias dos antigos lotes 2 (Viapar), lote 3 (EcoCataratas), lote 4 (Caminhos do Paraná), lote 5 (Rodonorte) e lote 6 (Ecovia). No caso do lote 1, a concessionária permanece fazendo os atendimentos, graças a acordo judicial firmado com o DER/PR, com validade até 26 de novembro deste ano. As equipes utilizam algumas das edificações das antigas concessionárias de pedágio, que passaram a ser patrimônio público.
Em breve, as atualizações sobre as condições de tráfego também ficarão disponíveis pela plataforma Instagram.
CONSERVAÇÃO – Em paralelo, o DER/PR licitou e contratou, ainda no ano passado, os serviços de conservação do pavimento e faixa de domínio das rodovias estaduais que antes estavam concedidas. O investimento é de R$ 93,5 milhões para atender 964,52 quilômetros durante dois anos.
São cinco contratos, conforme as superintendências regionais do DER/PR: Lote 1 (RMC e Litoral/153,75 quilômetros); Lote 2 (Campos Gerais/306,48 quilômetros); Lote 3 (Norte/230,29 quilômetros); Lote 4 (Noroeste/200,99 quilômetros); e Lote 5 (Oeste/73,01 quilômetros).
Com o término dos convênios de delegação e das concessões rodoviárias nos dias 26 e 27 de novembro de 2021, a responsabilidade das rodovias federais retornou ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e a das rodovias estaduais ao DER/PR, cabendo a cada departamento contratar a manutenção e conservação das rodovias de sua alçada.

Foto – divulgação

Texto: Assessoria

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp