Concessão prevê melhorias em trechos de rodovias que cortam Araucária. Saiba quais

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Marcado para essa sexta-feira, 25 de agosto, o leilão do chamado lote 1 das concessões rodoviárias paranaenses promete uma série de melhorias em diversas estradas que cortam o estado.

Para Araucária a concessão do lote 1 é importante porque é nesse edital que estão previstas as duas principais rodovias que cortam a cidade: a BR-476 e a PR-423. Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), estão previstas obras de duplicação, faixas adicionais, viadutos, trincheiras, marginais, acostamentos, entre outras que vão beneficiar diretamente o cidadão araucariense.

PR-423 duplicada

Entre as obras previstas para a PR-423 está, por exemplo, a duplicação da pista a partir do viaduto com a Rodovia do Xisto até o viaduto sobre a variante da BR-277 em Campo Largo. O trecho vai receber também cinco interseções em desnível, como viadutos e trincheiras. Uma delas é a interseção do tipo trombeta, que conta com três ramos, sendo que um deles faz uma curva de 270º antes de se dividir, no local do atual trevo da Rua Cesário Furman, que fica na área rural da cidade.

Ainda em Araucária, será implantada uma trincheira na PR-423, ligando a Avenida das Nações com as ruas Luiz Armando Ohpis e Roque Saad.

BR-476

Já na Rodovia do Xisto, as principais obras são a duplicação entre Araucária e Contenda, e de Contenda até a Lapa, em um total de 41,70 km duplicados. Para a ligação entre Araucária e Curitiba, já duplicada, serão executadas faixas adicionais em ambos os sentidos da via, em uma extensão de 8,86 km.

Novas vias marginais serão implantadas em ambos os sentidos da rodovia, entre o km 159 e o km 161, em Araucária, e do km 195 ao km 196, na Lapa, em um total de 6,12 km de marginais novas.

Das interseções em desnível, serão nove do tipo diamante, em que há uma saída e um acesso para a rodovia principal em ambos os sentidos, pela pista da direita. Entre elas estão uma no trevo com a Avenida Pedro Euzébio Lemos (Araucária), próximo ao acesso a Campo Redondo, no KM 159 da rodovia.

A previsão é que até o final do ano o contrato com a nova concessionária das rodovias esteja assinado. Ainda não se sabe quantas empresas ou consórcios vão participar da disputa, mas sabe-se que pelo menos dois grupos teriam manifestado interesse na concessão.

Concessão prevê melhorias em trechos de rodovias que cortam Araucária. Saiba quais
Uma das obras previstas para a Rodovia do Xisto é o viaduto de acesso ao Campo Redondo.

Edição n.º 1377

Compartilhar
PUBLICIDADE