Pesquisar
Close this search box.

Editorial: Sempre alerta!

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Na última semana a Delegacia de Polícia Civil de Araucária prendeu um sujeito sob a acusação de crimes diversos contra crianças e adolescentes, dentre os quais pedofilia.

Segundo as informações preliminares da polícia judiciária, com o dito cujo teria sido encontrado – inclusive – uma relação de crianças e adolescente que estariam em sua alça de mira.

O contexto utilizado pelo acusado para atrair suas vítimas é o conhecido: a internet. Embora pareça óbvio, é de uma necessidade urgente reforçar que os pais e/ou responsáveis pela segurança de crianças e adolescentes fiquem atentos ao que esses jovens estejam consumindo em seus celulares, computadores e tablets.

A lábia e outras formas utilizadas por criminosos nas redes sociais e ferramentas virtuais afins para atrair vítimas em potencial são as mais diversas possíveis. E, normalmente, eles sempre estão um passo à frente das pessoas de bem. Isto, obviamente, não quer dizer que eles não possam ser alcançados e que tenham que responder pelos crimes que estejam cometendo.

Porém, no caso de ilícitos cometidos contra nossos pequenos, tão importante quanto fazer com que os criminosos sejam punidos é evitar que eles concretizem seus objetivos. Afinal, nenhuma mãe, nenhum pai deseja ver seu filho tendo que lidar com eventuais traumas que situações desse tipo causam. Por isso, é deveras importante, aliás, necessário, que além de combatentes de crimes como esses, sejamos também agentes preventores desse tipo de violência!

Então, fiquemos todos de olho. Cuidemos todos de nossas crianças e tenhamos sempre um olhar humanizado acerca do assunto, com menos julgamentos e mais pro-atividade! Boa leitura!

Edição n. 1367