Compartilhe esta notícia

Um encontro promovido pela Secretaria de Agricultura reuniu esta semana os feirantes da cidade para orientá-los sobre os benefícios oferecidos para o Micro Empreendedor Individual (MEI) e também sobre o processo de formalização que será feito nos próximos meses. A reunião teve a participação da Companhia de Desenvolvimento de Araucária (Codar), Fomento Paraná e da Caixa Econômica Federal.

A Codar em parceria com a Caixa Econômica e com a Fomento levou opções de linhas de crédito com juros menores e taxas mais baixas para o MEI que deseja ter a máquina de cartão (crédito/ débito) em seu estabelecimento.

Os feirantes gostaram da ideia. “Recebemos informações importantes sobre a formalização e hoje em dia o cliente sempre quer ter a opção do cartão para pagamento. O que nos foi oferecido é muito válido e o preço para ter o serviço é bem mais barato do que pagaríamos se fosse alugar a máquina como pessoa física”, disse Vanda Barbosa que trabalha há cerca de dois anos e vende pastel na Feirinha Gastronômica.

O secretário de agricultura, Carlos Augusto Siqueira do Couto, ressaltou a importância de informar sobre a necessidade da formalização das feiras e comentou que existe um decreto que exige a formalização de todos que participam da feirinha. “Nós estamos analisando e adequando para a nossa realidade. Então, nesta primeira fase, vamos começar a formalizar e regularizar a situação dos feirantes”, afirmou.

A Codar vai oferecer no início de março um curso de capacitação. Através do Sebrae serão oferecidas palestras de formalização para o microempreendedor. “Também nos colocamos a disposição para orientar os interessados em se tornar MEI”, afirmou a diretora técnica da Companhia, Fernanda Maria Karas.

Compartilhe esta notícia
Fechar anúncio