Transporte escolar prima por segurança

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

As empresas autorizadas pela Companhia Municipal de Transporte Coletivo (CMT) para fazer transporte escolar garantem que além de proporcionar comodidade aos familiares, oferecem segurança aos estudantes. A gerente da Trans Yukio, Emília Yukio, explica que as vans regularizadas não circulam superlotadas e que cada acento é equipado com cinto de segurança. “Além disso, temos monitores e motoristas treinados”, acrescenta a proprietária da Salles Transporte, Arlene Salles.

Uma das monitoras da Trans Lourdes, Diomari Barros, alerta que os pais que pesquisam muito preço e optam pelo mais barato sem verificar as qualificações da empresa podem colocar a vida do filho em risco.

Na mesma linha, o proprietário da Trans Pilato, Eleandro Pilato, diz que as crianças são muito preciosas e não é certo transporta-las sem os cuidados adequados. “No meu carro, elas são como meus filhos”, diz a proprietária da Trans Maria, Maria Lopata de Lima.

Maria diz ainda que, em parceria com outros transportadores, está organizando um sindicato da categoria em Araucária. “Pretendemos atender o público, prestar orientações, organizar cursos para os sindicalizados e evitar que pessoas destreinadas e sem experiência ofereçam serviços duvidosos pela metade do preço”, ela fala.

De modo geral, o valor do transporte escolar varia de acordo com o trajeto. “Muitas vezes é possível negociar um descontinho. Se houver mais de uma criança em uma mesma casa, por exemplo, o preço é especial”, explica a sócia-gerente da Trans Millennium, Geiani Mendonça.

O transporte também serve para jovens. Algumas empresas como a Transportes Eliane Wilson atendem estudantes da Facer. A Trans Lourdes e a Trans Yukio ainda levam universitários até as faculdades de Curitiba.

Serviço
Salles Transporte 3643-3103
Trans Lourdes 3642-4200
Trans Maria 3552-5505
Trans Millennium 3642-2594
Trans Pilato 3642-4753
Trans Yukio 3643-4094
Transportes Eliane Wilson 3642-6064

Compartilhar
PUBLICIDADE