Rubens em Araucária

O deputado federal Rubens Bueno e presidente estadual do Cidadania esteve em Araucária nesta segunda-feira, 4 de abril. A visita dele já tradicional e como faz sempre aproveitou a oportunidade para prestar contas de seu mandato em Brasília e passar um panorama geral do cenário político nacional e estadual aos correligionários araucarienses. O bate-papo foi proveitoso e aconteceu no anfiteatro do Hotel Rihad. Neste ano de 2022, Rubens será novamente candidato a deputado
federal e, como sempre, é um dos bons nomes do Congresso Nacional que precisam ser analisados pelos eleitores que acreditam que o mandato legislativo precisa ser dado a quem entende a política como meio de transformação de uma sociedade.

O nome da Câmara

Tem crescido ao longo das últimas semanas a corrente que defende que a Câmara lance uma espécie de candidatura a deputado que seja de consenso entre seus membros. E este nome é do vereador Ben Hur Custódio de Oliveira (Cidadania).

Federal

A dúvida inicial era a de que se essa candidatura seria a deputado estadual ou federal. Após várias
análises, hoje existe consenso de que o mais adequado seria uma candidatura a deputado federal.

Animado

E Ben Hur, ao que se sabe, tem se animado com a possibilidade. Até porque, se a candidatura a deputado federal vingar mesmo, ele pode ter o apoio do prefeito Hissam Hussein Dehaini, que além de seu líder de governo também só tem compromisso na esfera federal com a candidatura de Rubens Bueno. Ou seja, o terreno para tentar uma vaga em Brasília é bem menos minado do que seria numa corrida à Assembleia Legislativa.

MDB

O diretório municipal do MDB realizou na semana passada sua convenção para decidir quem comandará a legenda a partir de agora. Não houve nenhum tipo de bate-chapa e a vitória do grupo liderado pelo ex-prefeito Olizandro José Ferreira se deu de forma unânime.

Outros membros

Além de Olizandro, a executiva do partido também terá Hino Dirlei Falat Pereira de Souza na primeira
vice-presidência, Carlos Alberto de Carvalho na segunda vice-presidência, Orlando de Jesus Ferreira como primeiro secretário, Sidney Azarias Inácio como secretário adjunto, Sandro Martins como tesoureiro, e Cristian Paziam Silva e Vinicius José Ferreira como vogais.

Ciclo eleitoral

O novo comando do MDB, que na verdade não é novo, já que reúne os velhos caciques locais da legenda, deve ficar à frente do partido nas eleições gerais deste ano e nas municipais de 2024.

Antecedência

A ideia do MDB é preparar a legenda para chegar competitiva em 2024, já que nas eleições de 2020 o partido fez fiasco e sequer conseguiu eleger um único vereador.

Candidaturas

Ainda sobre o MDB, localmente a legenda não pretende lançar candidatos a deputado estadual ou federal nas eleições deste ano. Porém, a sigla fechou uma parceria que estão chamando de suprapartidária com o PSB, que na cidade também está sob o comando da família Olizandro. O PSB tem como presidente da executiva Olizandro Junior. É ele que, ao que tudo indica, pode ser lançado candidato a deputado nas eleições deste ano. Mas, como sempre fazemos questão de ressaltar, política é como as nuvens no céu: você olha e estão de um jeito, você olha de novo e tudo mudou. Então, vamos dar tempo ao tempo.

Explicação

E falando em candidaturas, Valdecir Santos entrou em contato com esta Coluna para pedir que fosse feita uma correção com relação a uma nota que veiculamos em nossa última edição. Acontece que escrevemos que Valdecir estava no PROS e acabou migrando para o Solidariedade para poder ser candidato a deputado nestas eleições. Na verdade ele não estava no PROS e sim no Cidadania.

Cidadão honorário

A Câmara votou na sessão plenária desta terça-feira, 5 de abril, um projeto de lei que concede ao investigador de polícia Djama Aparecido dos Santos Junior o título de cidadão honorário do Município. Djalminha, como é mais conhecido, foi superintendente da Delegacia de Polícia Civil de Araucária por quase três anos e gostou tanto daqui, que mesmo após sua transferência, decidiu fixar residência na terra dos pinheirais.

Unânime

Concluída a votação, a concessão do título de cidadão honorário a Djalma foi aprovado de forma unânime. Todos os onze vereadores entenderam que ele é merecedor da honraria.

Tranquila

E por falar em sessão plenária, a desta semana foi pra lá de tranquila. Aparentemente os edis chegaram a um ponto de equilíbrio no modo de fazer a sua política e conduzir o seu mandato. Assim, já há quase um mês não há discussões mais acaloradas entre os membros do parlamento municipal.

Diárias

Também na sessão desta semana os vereadores aprovaram o projeto de resolução que reajusta o valor das diárias que são pagas quando eles e outros servidores da Casa precisam se dirigir a outras cidades a serviços da Câmara. Essas diárias são aqueles valores utilizados para custeio de hospedagem, alimentação e locomoção nas cidades em que estiverem representando o parlamento municipal.

Valores

São quatro os tipos de diárias pagas pela Câmara, cada qual com um valor diferente. Com a aprovação do reajuste, esses valores ficaram assim: R$ 896,10 por dia quando estiverem em missão parlamentar na cidade de Brasília. O valor anterior era de R$ 524,00. Já quando a missão for para outras cidades, a diária cai para R$ 737,06 (o valor anterior era de R$ 431,00). Nestas duas opções, o dinheiro recebido precisa ser usado para custeio de hospedagem, alimentação e locomoção dentro da cidade.

Sem hospedagem

Existem daí outras duas opções de diárias, mas para aqueles casos em que as despesas de quem estiver em missão legislativa se resumem a alimentação e locomoção, ou seja, sem pernoite em hotel. Para estas situações, o novo valor será de R$ 418,98 (antes era R$ 245,00) quando a pernada for em cidades fora de Curitiba e região metropolitana. Já quando a diligência se der dentro da RMC o valor da diária cai um pouco, sendo fixada em R$ 188,11 (antes era R$ 110,00).

Publicado na edição 1306 – 11/04/2022

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp