ACIAA quer implantar o Estar em Araucária

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A implantação do estacionamento regulamentado tem como objetivo organizar o trânsito no anel central da cidade

Preocupada em organizar o trânsito na área central do município, principalmente com relação às vagas de estacionamento e as normas estabelecidas no Plano Diretor, a ACIAA – Associação Comercial e Agropecuária de Araucária promoveu uma reunião na quarta-feira, dia 3, com associados e comerciantes.

A principal proposta levantada durante a discussão foi a de implantar na cidade o Estar – Estacionamento Regulamentado, a exemplo de algumas cidades como Curitiba e Campo Largo.

O engenheiro Elias Kasecker, que participou da reunião, destacou a necessidade urgente de se organizar o trânsito. “Assim como outras cidades, Araucária está crescendo de forma acelerada, com mais pessoas e carros circulando nas ruas, e é preciso repensar a questão do trânsito e dos estacionamentos, em especial nas áreas comerciais”, disse.

Para o diretor de Meio Ambiente da ACIAA, José Paulo Loureiro, o estacionamento regulamentado na área central iria disciplinar os motoristas. Segundo ele, hoje o maior problema está naquele funcionário que trabalha no centro e que estaciona seu carro numa das poucas vagas disponíveis logo de manhã, vindo a retirá-lo somente no final da tarde.

“Nesse meio tempo os clientes das lojas, bancos e outros estabelecimentos comerciais, não encontram lugar para colocar o seu carro. Muitos até desistem de comprar ou ir ao banco e quem perde são os comerciantes”, pontuou Loureiro.

Solução
Na tentativa de resolver a questão, no próximo dia 15 os comerciantes vão se reunir com representantes da Prefeitura de Campo Largo para saber como funciona o Estar e quais as vantagens e dificuldades que este sistema traria para Araucária.

“Ainda estamos na fase de estudos, pois sabemos que para implantar o estacionamento rotativo é preciso adequar o centro da cidade e treinar pessoas para o serviço de orientação aos usuários”, explicou Elias Kasecker.

O Estar de Campo Largo funciona num sistema rotativo, ou seja, no período de uma hora o motorista ou motociclista pode estacionar em diferentes pontos do centro da cidade pagando apenas R$1,00.

Compartilhar
PUBLICIDADE