Araucária vai retomar formação de atendimentos de primeiros socorros na Educação

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Após dois anos sem poder realizar formação presencial, em decorrência da pandemia de Covid-19, em breve Araucária vai retomar a formação em atendimentos de primeiros socorros para os profissionais da Educação. Em 2019, última edição do curso, foram formados 789 profissionais. Segundo a Secretaria Municipal de Educação (SMED), a formação em 2022 deve ser priorizada para quem ainda não tem o certificado/formação, o que inclui centenas de profissionais que ingressaram na rede municipal nos últimos anos.
A formação de 2019 ocorreu junto com a formação de brigadistas, que também prevê a prática em primeiros socorros. Uma das referências nessa área é a lei Lei Lucas (lei federal 13.722/18). No seu artigo 1º, a lei obriga os estabelecimentos de ensino de educação básica da rede pública e os estabelecimentos de educação básica e de recreação infantil da rede privada a capacitarem os profissionais para que tenham noções sobre primeiros socorros. Dessa forma, os profissionais desses estabelecimentos de ensino devem saber como “identificar e agir preventivamente em situações de emergência e urgência médicas, até que o suporte médico especializado, local ou remoto, se torne possível”. A formação de 2022 deve contar com o apoio de profissionais da Secretaria de Saúde. O cronograma das formações já está sendo preparado.
A SMED ressalta que, no caso de CMEIS e dos Centros Municipais de Atendimento Educacional Especializados (CMAEEs), pelo menos 50% dos profissionais devem ter a formação. A equipe do CMAEE Padre José Anusz, no Jardim Ipês, já passou por essa formação neste ano. No caso das escolas, a proporção pode variar conforme a metragem do prédio. Ainda em 2019, a SMED também realizou um trabalho intenso no sentido de regularizar as unidades educacionais aos critérios necessários junto ao Corpo de Bombeiros.

Araucária vai retomar formação de atendimentos de primeiros socorros na Educação
Foto – divulgação

Texto: Maurenn Bernardo


Compartilhar
PUBLICIDADE