As construções da Praça da Matriz

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Essa foto é datada de 1946, mas a construção deste sobrado é bem mais antiga. Considerada uma das mais antigas construções que existem em torno da Praça Dr. Vicente Machado, também é uma das poucas que ainda resistem à passagem do tempo e da modernidade que vem substituindo os antigos casarões históricos que fizeram parte da fundação de Araucária. O elegante sobrado pertence à Família Durau. Construído pelo saudoso Sr. Miguel Durau, tinha a mesma características de todas as casas do centro, as janelas e portas davam direto para a calçada e rua, e em casos como dos sobrados o andar térreo tinha uso comercial e o primeiro andar residência familiar, há décadas atrás na praça central existiram os maiores e mais sortidos estabelecimentos comerciais, funcionavam de segunda à domingo, durante a semana a frequência era dos moradores mais próximos já nos finais de semana, principalmente aos domingos várias famílias vindas das diversas colonias rurais da cidade, vinham para a missa na Igreja Matriz Nossa Senhora dos Remédios, e ao sair da missa dirigiam-se ao comércio para fazerem as compras necessárias para casa, família, animais e plantações, pois em um comércio como este e atendendo a toda população havia além dos mantimentos para cozinha, também podia se encontrar uma grande variedade de produtos de armarinho e peças de fazenda para confecção de roupas para uso e também para cama, mesa, cortinas e toalhas, e também os acessórios para confecção, comprava-se lampiões e o querosene para iluminar a casa, medicamento para os animais e instrumentos agrícola e sementes para plantação. Os colonos também traziam produtos para comercializarem nestes locais. Os tempos eram mais simples, a vida mais tranquila e mais segura, mas também era levada mais a sério, mais dedicação e mais trabalho. Como podemos ver a rua não possuía nem calçamento e o fato de ser mais uma estrada de chão trazia também os mesmos problemas de poeira ou lama conforme o tempo.
Mas, aqui verificamos que as famílias sempre estavam unidas, tanto no trabalho como nas casas. A Família Durau há décadas reside e tem seu comércio neste mesmo endereço. O lugar é bastante conhecido e ainda mantém a construção original. O comércio de Secos e Molhados há tempos deixou de existir, e em muitas localidades os armazéns surgiram facilitando a distancia e tempo de compra das pessoas. Na década de 70, após o armazém encerrar as atividades, o andar térreo foi alugado pela Prefeitura Municipal e manteve aqui a Biblioteca Pública Emiliano Perneta que só mudou para a Rua Cel. Joaquim Antonio Xavier nas festividades dos 90 anos de Emancipação Política de Araucária em 1980.
Atualmente a fachada desta construção teve algumas alterações, ainda é residência no primeiro andar e o térreo possui uma loja de produtos infantis e assim como a casa se mantém como negócios de família.

As construções da Praça da Matriz
Compartilhar
PUBLICIDADE