Black Friday: Procon de Araucária faz alerta para consumidores

Black Friday - Procon de Araucária faz alerta para consumidores
Black Friday - Procon de Araucária faz alerta para consumidores
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A Black Friday é uma tradição nos Estados Unidos, que também caiu no gosto dos brasileiros. No país de origem, o evento comercial acontece tradicionalmente depois do feriado de Ação de Graças, mas no Brasil, a data é marcada para a última sexta-feira de novembro (neste ano no dia 25), entretanto, alguns lojistas adotaram a Black Friday para o mês todo.

Para alertar os consumidores que esperam o ano todo para comprar nesta data, o Procon de Araucária traz algumas dicas e informações importantes. Primeiramente, o órgão de defesa do consumidor lembra que o valor aplicado pelo lojista no dia da promoção, deve ser o menor dos últimos 90 dias. Em compras pela internet, a pessoa deve desconfiar de preços muito baixos e sempre buscar opinião de conhecidos ou pesquisar em sites a avaliação da loja. “Evite comprar em sites que você nunca viu e não esqueça que nas compras via internet, o produto pode ser devolvido em até 7 dias, a contar do recebimento. Importante lembrar ainda que todo produto, mesmo de mostruário, tem 90 dias de garantia, não podendo o consumidor abrir mão desse direito”, diz Sâmara Arruda, diretora do Procon Araucária.

Quanto aos pagamentos, o órgão de defesa do consumidor orienta que a preferência deve ser pelo cartão de crédito, que torna possível contestar a compra, pois via PIX e boleto é difícil reaver os valores em caso de golpe. “Ainda com relação aos preços, o cidadão deve verificar se o valor a prazo e a vista é o mesmo, pois a loja pode cobrar valores diferentes de acordo com a Lei 13.455/2017. Do mesmo modo, podem ser cobrados valores diferentes para pagamento em dinheiro, PIX, cartão de crédito e parcelado direto na loja. Tudo desde que devidamente informado ao consumidor antes do pagamento”, explica Sâmara.

Nas compras presenciais, a diretora do Procon elucida que é preciso verificar se o produto está em perfeitas condições de funcionamento e pode até solicitar teste dentro da loja. “O consumidor precisa estar ciente que produtos adquiridos no estabelecimento comercial não tem direito de arrependimento, que é a devolução em 7 dias, sem motivo. Ainda assim, se o consumidor se sentir lesado, deve juntar todas as provas entrar em contato com o fornecedor, caso não dê certo, procurar o Procon”, orienta Sâmara.

O telefone do Procon é o 0800-6432834 ou (41) 3614-1786. Também é possível ir pessoalmente até o órgão, que fica na Rodovia do Xisto, n.º 5.815, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h (não fecha para o almoço).

Compartilhar
PUBLICIDADE