Reivindicação antiga de comerciantes da região central e promessa corriqueira de políticos ao longo dos últimos trinta anos, a instalação de um calçadão ao longo da rua Carlos Cavalcanti deve finalmente começar a sair do papel agora em 2022.

O projeto para transformar a rua comercial mais famosa de Araucária num calçadão está sendo desenvolvido a três mãos, pelos técnicos das secretarias de Planejamento, Obras e Urbanismo. A ideia é privilegiar o tráfego de pedestres ao longo da via, mas mantendo a possibilidade do trânsito de veículos leves.

De acordo com o secretário municipal de Planejamento, Samuel Almeida da Silva, a expectativa é concluir o projeto ao longo dos próximos meses, sendo que assim que ele estiver pronto haverá a convocação de uma audiência pública para apresentá-lo à comunidade. Em seguida, ele será licitado para contratação da empresa que irá executar a obra. “Muito político ao longo dos últimos trinta anos já prometeu a revitalização da Carlos Cavalcanti e a implantação de um calçadão, mas fato é que será na gestão do prefeito Hissam que vamos tirar mais esta reivindicação do papel”, garantiu.

O projeto que vem sendo pensado pelos técnicos da Prefeitura quer dar nova vitalidade a uma das áreas comerciais mais importantes da cidade, mas além disso, quer também estimular a contemplação diária desse espaço, fazendo com que ele se torne um ponto de encontro da população local.

O calçadão da Carlos Cavalcanti irá valorizar o pedestre em detrimento do veículo motorizado. Porém, ainda será permitido o tráfego de veículos ao longo da via. Uma das calçadas será alargada para permitir maior fluidez do pedestre. “A proposta para a via do carro e calçadas é trabalharmos com revestimento em piso cimentício com agregados minerais, em placas pré-moldadas, vibro prensadas, como forma de valorizar a importância do pedestre no projeto. A implantação de bancos e floreiras complementa a intervenção na via”, acrescenta LauriLenz, arquiteto da SMPL.

O trecho que receberá a intervenção tem início na Praça Vicente Machado, seguindo até o Terminal Central. Com a implantação do calçadão, todo o tráfego de ônibus ao longo da via deixará de ser permitido, com os veículos do transporte coletivo acessando o terminal central por outra rua.

Texto: Waldiclei Barboza

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp