A Casa da Cultura apresenta a nova exposição “Entre o real e o imaginário” que reúne obras de alunos de cursos oferecidos pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (SMCT). Trata-se de desenhos digitais, desenhos em preto e branco com a técnica de pontilhismo, pintura em acrílica e peças em cerâmica. A exposição permanecerá aberta para visitação até 17 de agosto.
De acordo com a organizadora da mostra, Simone Artiolli, os alunos já passaram por diversos cursos da SMCT, e, desta forma, “vêm passeando por variadas linguagens artísticas”. Com isso, os alunos puderam desenvolver um trabalho artístico autoral e profissional. “Eles desenvolveram habilidades artísticas e estilo pessoal. Suas peças refletem a forma como representam artisticamente o mundo, sob uma ótica estética e crítica da realidade”, comentou.
Entre os temas abordados nas obras, é possível identificar o “feminino”, “vegetarianismo”, “a vida e a morte”, “os animais e a natureza” e “o fantástico e o cotidiano”. Os autores das obras são os jovens artistas Débora Figueiredo, Krissiê Vieira e Vinicius Ferreira que apresentam peças de tamanhos entre 20 e 35 cm e desenhos em tamanhos A3 e A4.
Krissiê explicou que em seus desenhos utiliza a mesma técnica usada em tatuagens, sua área de atuação. “Para a criação dessas obras, usei referências fotográficas e outras inspirações, como músicas, literaturas e trabalhos de outros artistas que me ajudaram a encontrar um estilo do qual me identifico. Já trabalhei com cores, mas atualmente prefiro trabalhar apenas com a tinta preta que ajuda a manter minha identidade visual”, disse a artista.
Já Vinicius explicou que seu processo de criação parte de uma busca por algo interessante que tenha impacto em sua mente. Sua preocupação é sempre voltada na luz e sombra para criar volumes. Quanto às esculturas em cerâmica, Vinicius preocupa-se em atingir o tridimensional.
A também artista Débora contou que já participou das oficinas de pintura e desenho do Complexo Pedagógico e depois ingressou em outros cursos oferecidos na Casa da Cultura e na Aldeia da Solidariedade, além do atendimento que recebeu com relação às suas limitações visuais no CMAEE-AV. “Acredito que estes serviços prestados pela Prefeitura em espaço específico, com o auxílio de professores sempre muito qualificados e atenciosos que ajudam o aluno a se desenvolver com individualidade, foram um grande impulso para que eu fosse por esse rumo. Hoje, essa exposição representa para mim um começo para colocar em prática tudo que tenho aprendido e também compartilhar com outras pessoas o trabalho que tenho realizado”, pontuou.
Débora aproveitou e complementou sobre as peças que produz. “Gosto de fazer coisas divertidas, bonitas e descobrir novas técnicas para trazer o que está na minha mente, algo nem tão poético, nem tão crítico. Gosto quando minha arte entretém mesmo que por segundos. É isso que espero provocar com o que escolhi apresentar”, finalizou.

SERVIÇO

A visitação à exposição “Entre o Real e o Imaginário” é aberta ao público e pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h, na Casa da Cultura (Praça Dr. Vicente Machado, 258 – Centro).

Casa da Cultura apresenta nova exposição “Entre o real e o imaginário” até 17 de agosto, O Popular do Paraná
Foto – divulgação

Texto: Assessoria

VEJA TAMBÉM

Compartilhe