Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Estamos vivenciando neste final de Século uma evolução muito acentuada da tecnologia em todos os processos de produção.

Sabendo-se que a escola é também uma instância produtiva, na medida em que forma trabalhadores para distintos campos de trabalho, necessita caminhar junto com tais mudanças e oferecer alternativas técnico pedagógicas. Ou a escola ingressa efetivamente nas modernas tecnologias , acompanhando a evolução técnico cientifica do mundo atual, ou cai definitivamente no descrédito social por desvincular dessa realidade.

Alexandre Cordeiro Leal – Diretor

Realizações

O Colégio Estadual Professor Júlio Szymanski, maior colégio da região metropolitana, área sul de Curitiba, vive esse momento. Nos seus 43 anos de sofreu poucas mudanças, tanto a nível técnico pedagógico, quanto no nível físico administrativo.

Este ano, entretanto, vários projetos estão se concretizando, permitindo que alunos, professores e comunidade sejam atendidas e estejam integradas com as transformações socioeconômicas e culturais atuais. Todos esses projetos se viabilizam devido aos esforços de pessoas efetivamente comprometidas com a nossa escola e com a educação geral. Os alunos, funcionários e professores: Jurandir Salustiano Pinto, Lúcia Luzia Skazrlt, Carlos Alberto Dufloth e Alberto Klein, merecem destaque. Os dois primeiros tiveram participação direta na aprovação do projeto da quadra coberta e os dois últimos no assessoramento técnico para aquisição dos computadores.

Todas essas mudanças visam a organização dos ambientes favoráveis à aprendizagem e uma relação mais eficaz dos alunos e professores com o conhecimento cientifico. Contudo, a informatização de nossa escola não irá diminuir a efetividade, a troca de ideias, o debate. Nenhuma tecnologia pode substituir as relações humanas, o sorriso, o olhar no olho, o abraço, o aperto de mãos. A máquina é uma invenção humana para auxiliar o homem e não para substituí-lo.

 

 

 

Saiu na Edição 0008 de 11 a 25 de agosto de 1998

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM